Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bitcoins minerados em 2010 são movimentados e intrigam a comunidade cripto

14/10/2020 - 12:10
Por que moedas de dez anos atrás estão sendo movimentadas? (Imagem: Unsplash/@DmitryDemidko)

Outro lote de 50 bitcoins (equivalentes a US$ 570 mil) inativos desde 2010 foram movimentados nesta quarta-feira (14), segundo o explorador Blockchain.com.

(Imagem: Blockchain.com)

Esses bitcoins haviam sido transferidos ao endereço em 9 de novembro de 2010, no que parece ter sido uma recompensa por bloco recebida por um minerador, noticia o Decrypt.

Até hoje, a carteira não havia recebido nem enviado outras transações. A única exceção havia sido 0,00000547 BTC enviados ao endereço no fim de agosto como parte de um spams enviados para 300 diferentes carteiras.

Isso é chamado de “ataque de varredura” (ou “dusting attack”), realizado por agentes maliciosos que desejam rastrear movimentações de bitcoin. Será que o dono dessa carteira inativa se assustou com o ataque e decidiu transferir seus ativos para outra carteira?

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

Recentemente, cada vez mais moedas inativas estão “acordando”. Desde o início de outubro, dois grandes lotes — 50 BTC (US$ 570 mil) e 1 mil BTC (US$ 11,4 milhões) — foram movimentados. Antes disso, 50 BTC haviam sido transferidos em maio.

Alguns acham que isso não é nada demais.

“Essas moedas foram mineradas quase dois anos após o lançamento da rede. Eu não as consideraria como bitcoins da era de Satoshi e não vejo nada demais na movimentação delas”, disse Ingo Fiedler, cofundador do Blockchain Research Lab, ao Decrypt.

Há alguma chance desses bitcoins serem de Satoshi Nakamoto, o anônimo criador da rede Bitcoin?

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/10/2020 - 12:10

Pela Web