ImóvelTimes

Com mais dinheiro na mesa, HGLG11 leva ativos de fundo imobiliário por R$ 1 bilhão

27 jul 2023, 12:59 - atualizado em 27 jul 2023, 13:04
cshg logistica hlgl fundos imobiliarios
Índice de fundos imobiliários tem mais um dia de volatilidade e segue sem força para chegar aos 3.200 pontos (Foto: CSHG Logística/Divulgação)

O fundo imobiliário CSHG Logística (HGLG11) colocou mais dinheiro na mesa e conseguiu fechar a compra de todos os ativos do FII GTis Brazil Logistics (GTLG11). A proposta de compra foi anunciada em março deste ano.

Em comunicado, o GTLG11 explica que firmou compromisso com o fundo gerido pelo Credit Suisse que resultará na transferência de 100% de seus ativos, por R$ 1,37 bilhão, incluindo as ações de emissão da CLerc Energia. A operação foi aprovada por cotistas do FII em assembleia geral, concluída nesta semana.

Com isso, o HGLG11 já pagou R$ 578,8 milhões e desse total, R$ 360,3 milhões foram destinados ao pré-pagamento de 50% do preço unitário dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) da 447ª Série da primeira emissão da True Securitizadora.

  • Federal Reserve retoma aperto monetário nos EUA: Como ficam os investimentos estrangeiros na B3? Entenda se o Ibovespa será prejudicado pela decisão com o analista-chefe João Piccioni clicando aqui. Aproveite e inscreva-se no nosso canal e fique ligado no Giro do Mercado, de segunda a sexta, às 12h.

O GTis Brazil Logistics diz ainda que o procedimento para envio do custo médio de aquisição das cotas do fundo deverá ocorrer até 09 de agosto, para fins de apuração do Imposto de Renda.

Além disso, o fundo imobiliário adquirido esclarece que realizará os procedimentos operacionais aplicáveis para efetivar a amortização parcial de cotas do fundo (leia o comunicado sobre a operação), de R$ 224 milhões ou R$ 31,23 por cota, cujo pagamento será no dia 15 do mês que vem.

Índice de fundos imobiliários

O índice de fundos imobiliários (Ifix) da B3 segue volátil e opera sem direção definida no pregão desta quinta-feira (27). Com isso, o Ifix inverteu o sinal de alta para queda.

Por volta das 12h55 (de Brasília), o índice de FIIs tinha leve recuo de 0,05%, aos 3.174 pontos, após ter operado com sinal positivo nas primeiras horas de negócios.



Entre os fundos listados no Ifix, o CSHG Fundo de Fundos (HGFF11) tinha alta de 1,7%. Em contrapartida, o Hectare CE (HCTR11) liderava as perdas, perto de 3%.

Repórter
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin