O blockchain Solana é o mais novo “Ethereum killer”?

18/06/2021 - 16:40
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Com transações de altíssima velocidade e de baixíssimo custo, o blockchain Solana rapidamente surgiu como um verdadeiro competidor da classe de redes “Ethereum killer” . Então o que está direcionando uma das criptomoedas com melhor desempenho de 2021 — e como ameaça a Ethereum? (Imagem: Twitter/Solana)

Solana (SOL) é uma plataforma blockchain que foca em apresentar soluções rápidas, baratas e escaláveis para contratos autônomos.

A rede foi descrita como idiossincrática por conta de seu método exclusivo para organizar transações e operar uma taxa mais alta de processamento em blockchain. A rede é alimentada pelo token SOL, usado na interação e transação com o blockchain Solana.

Solana foi fundado por Anatoly Yakovenko em 2017. Yakovenko trabalhou na Qualcomm e no Dropbox antes de desenvolver o blockchain.

Junto com os cofundadores Greg Fitzgerald e Eric Williams, Yakovenko queria criar um blockchain que solucionasse questões de processamento e escalabilidade — capacidade de um sistema ou rede se ampliar e fazer a gestão da crescente demanda —, inerentes às redes Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), mas sem muitas compensações.

Solana é um blockchain de terceira geração — como Cardano (ADA), Tezos (XTZ) e Polkadot (DOT) — que está tentando desafiar as redes tradicionais e centralizadas ao melhorar e modificar os métodos operacionais utilizados por blockchains de primeira e segunda camada — como o Bitcoin e a Ethereum.

Primeira camada é o termo usado para descrever a arquitetura principal e subjacente do blockchain.

Segunda camada é uma estrutura secundária criada acima de um sistema blockchain existente, em que o objetivo principal é aumentar a velocidade de transações e resolver as dificuldades de escalabilidade enfrentadas por grandes redes cripto.

Recentemente, Solana foi manchete quando Solana Labs, a equipe de desenvolvimento que gerencia a tecnologia do blockchain Solana, arrecadou US$ 314 milhões de financiamento. O dinheiro será usado para desenvolver a tecnologia no setor das finanças descentralizadas (DeFi).

A rodada de financiamento foi liderada pela grande empresa de capital de risco do Vale do Silício Andreessen-Horowitz (a16z) e o fundo de hedge cripto Polychain Capital.

Em discussão sobre o projeto após a arrecadação, Sam Bankman-Fried (ou SBF), CEO da Alameda Research, afirmou que Solana possui “o roteiro de desenvolvimento tecnológico mais ambicioso de qualquer blockchain e está realizando progressos impressionantes.

É um blockchain que possui o potencial de fornecer suporte a um ecossistema DeFi com atividade a nível mundial”.

Nos últimos meses, Solana cresceu significativamente como uma “altcoin” — criptomoeda alternativa ao bitcoin” —, tendo um desempenho melhor do que grandes ativos, como bitcoin e ether.

O preço do token SOL teve um aumento anual de 2.541% e trimestral de 184%. Para fins de comparação, o preço do bitcoin teve um aumento anual de 38%, mas uma queda trimestral de 32%.

A solução tecnológica do Solana: por que é tão rápido?

Solana é um blockchain proof-of-stake (PoS) que usa a mesma função de hashing — “alfanumérica” — do bitcoin, chamada SHA-256. Utiliza uma forma exclusiva e confiável para determinar o horário de uma transação, chamada de proof-of-history (PoH).

O algoritmo SHA-256 coleta dados de entrada de usuários e os criptografa para produzir um dado de saída único e difícil de prever.

Solana pega a saída de uma transação e a utiliza com a entrada para o próximo hash. A ordem de transações agora é integrada à próxima saída de hashes. É uma forma diferente da que o blockchain Bitcoin opera.

O processo de hashing com PoH cria uma cadeia longa e inquebrável de transações em hashing. Visa criar uma ordem clara e verificável de transações para que, quando um validador acrescentá-las a um bloco, não precisem usar um registro de data/hora convencional.

Blocos no blockchain Bitcoin são grandes e desorganizados. Cada minerador de bitcoin acrescenta a data e hora ao bloco que mineram com base em seu fuso horário.

Outros nós da rede precisam verificar se a data e hora fornecidas pelo minerador são válidas porque podem ser falsas ou divergir do horário registrado por outros mineradores. Isso leva muito tempo.

Porém, ao organizar transações em uma série de hashes, validadores do Solana são capazes de processar e transmitir menos informações por bloco.

Ter essa versão em hashing do estado mais recente das transações constantemente registradas reduz o tempo de confirmação de cada bloco no blockchain Solana.

PoH é combinada a outros recursos do Solana para otimizar e acelerar a taxa de processamento.

Por exemplo, TowerBFT é a versão do Solana de um modelo de consenso PoS tolerante a falhas bizantinas (BFT), que utiliza o relógio criptográfico da PoH para acelerar o consenso blockchain ao reduzir a sobrecarga de mensagens e a latência de transações.

Ao selecionar o próximo nó PoS para validar um bloco de transações, a tarefa se torna mais rápida, pois nós precisam de menos tempo para verificar a ordem de transações.

TowerBFT é o mecanismo de consenso do blockchain Solana que visa facilitar algumas tarefas árduas na validação de transações (Imagem: Medium/Solana)

Em uma publicação datada de julho de 2019, Yakovenko descreve oito grandes inovações que tornam o Solana no “primeiro blockchain escalável da internet”. Fora o PoH e o TowerBFT, as outras seis grandes inovações são:

Turbine, um protocolo de propagação de blocos;

Gulf Stream, um protocolo de encaminhamento de transações;

Sealevel, um tempo de execução paralelo para contratos autônomos;

Pipelining, uma unidade de processamento de transações para otimizar a validação;

Cloudbreak, uma base de dados de contas escalada horizontalmente;

Archivers, um armazenamento de registros distribuídos.

Todos esses recursos indicam que Solana pode oferecer transações e taxas a uma velocidade mais alta e a um custo mais baixo do que outras plataformas de contratos autônomos.

Atualmente, Solana opera a 412 transações por segundo (TPS), um resultado favorável em comparação às 13,9 TPS da Ethereum.

É provável que usuários da Ethereum gostem dos recursos de alto processamento do Solana pois, neste momento, existem 147.718 transações pendentes que aguardam por confirmação no blockchain.

As taxas de transação do Solana para o impulsionamento de aplicações descentralizadas (dapps) e contratos autônomos também são bem baixas, estimadas em US$ 10 para uma transação de US$ 1 milhão.

Comparações da corretora descentralizada (DEX) do Solana

Raydium está para o Solana como a Uniswap está para a Ethereum e PancakeSwap para o BSC (Imagem: Crypto Times)

Raydium, a corretora descentralizada (DEX) e formadora de automática de mercado (AMM) mais popular do blockchain Solana, possui US$ 348 milhões de ativos bloqueados. Seu volume nas últimas 24 horas é de US$ 14 milhões.

Em comparação, a terceira versão da Uniswap, a DEX e AMM mais popular da Ethereum, possui, neste momento, US$ 1,6 bilhão de ativos bloqueados e seu volume negociado nas últimas 24 horas é de US$ 797 milhões.

PancakeSwap, a DEX e AMM mais popular do Binance Smart Chain (BSC), possui US$ 3,92 bilhões de ativos bloqueados e seu volume negociado nas últimas 24 horas é de US$ 498 milhões.

O Solana foi de encontro ao uso de uma linguagem de programação alternativa, então não é compatível com a Ethereum Virtual Machine (EVM).

Diferente do BSC, onde projetos que foram desenvolvidos na Ethereum e usam as mesmas ferramentas da linguagem Solidity por conta da compatibilidade do BSC com o EVM, desenvolvedores do Solana que desenvolvem dapps, como Raydium, precisam começar do zero.

Solana foi escrita na linguagem Rust, que possui menos desenvolvedores de dapps do que a Ethereum e o BSC.

Um dos maiores problemas em usar Solana é a falta de exploradores de blocos ou plataformas de estatística multifuncionais, parecidos com o Etherscan.

Estatísticas ou dados para a análise fundamental do blockchain Solana é bem limitada, mas parece que a equipe está trabalhando na solução desse problema.

A falta de compatibilidade do Solana com o EVM e o fato de que projetos não podem  ser migrado de forma simples e instantânea da Ethereum também sugerem que existem menos golpes e esquemas do que na Ethereum e em plataformas-clone, como o BSC.

Staking do token SOL para obter rendimento passivo

SOL é o token nativo da plataforma, que pode ser usado para pagar por transações simples e execuções de contratos autônomos no blockchain (Imagem: Solana)

Conforme mencionado, Solana é um blockchain PoS com foco em “delegações”.

Qualquer um que possua tokens SOL podem delegar parte de seus tokens para um ou mais validadores que processam transações e operam a rede. Usuários do SOL precisam realizar o staking ou bloquear seus tokens com um validador.

O site Staking Rewards lista Solana como o terceiro maior blockchain por valor de ativos bloqueados — com US$ 12 bilhões em staking —, atrás dos blockchains Cardano e Polkadot.

A taxa de juros atual estimada para detentores de SOL que delegam seus tokens a um validador é de 10,2%.

Porém, ao ajustá-la pela taxa de inflação do fornecimento da rede, essa taxa de juros cai para 2,5%. Segundo o Staking Rewards, validadores que operam um nó do Solana irão obter uma taxa de juros de 11,31% mas, quando a inflação for ajustada, cairá para 3,61%.

A porcentagem de SOL disponível em staking é de 68,17%. Assim, 30% dos tokens que podem postos em staking estão parados, ou seja, grande parte dos usuários de SOL podem ser especuladores ou não conseguem entender como realizar o staking.

Solana Staking
68% dos tokens SOL disponíveis estão em staking (Imagem: Staking Rewards)

Drama nas redes sociais e falhas de marketing do Solana

Apesar de Solana ser um queridinho do mercado cripto atualmente, isso não significa que cada passo do projeto foi firme.

Nesta terça-feira (15), Solana se deu mal em uma campanha de marketing com uma influenciadora de redes sociais, Maren Altman, na qual ela sugeriu que as baratas taxas do Solana permitiam que ela vivesse bem na cara região de Manhattan, em Nova York.

A natureza grandiosa da campanha gerou confusão e decepção no Twitter, pois se desviava da mensagem pública, formal e com foco em tecnologia que Solana sempre promoveu no passado. O vídeo da propaganda foi excluído.

Um tuíte do desenvolvedor Dana Hanna resumiu bastante o que muitos da comunidade Solana sentiram:

Preciso dizer que me chateia ver o dinheiro sendo gasto em influenciadores ridículos das redes sociais enquanto eu sento aqui e acrescento VALOR, gastando centenas de horas aprendendo a como desenvolver na plataforma Solana e respondendo a perguntas sobre desenvolvimento em seu Discord — de graça.

A represália destaca a dificuldade que projetos, como Solana, enfrentam ao expandir sua base de usuários para novas demografias. O vídeo de Maren Altman fazia parte de uma ampla campanha de marketing, lançada na plataforma TikTok.

Nos EUA, 60% dos usuários do TikTok variam entre a faixa de 16 a 24 de idade. No Twitter, a maior demografia de usuários (26,3%) é entre os 25 e 34 anos. A demografia do Twitter não apenas é mais velha do que a do TikTok, como também possui uma proporção maior de usuários masculinos.

Estimativas recentes indicam que apenas 44% dos usuários do Twitter são mulheres, em comparação aos 60% no TikTok.

Então fez sentido que Solana apresentasse diferentes táticas para alcançar uma audiência mais jovem e feminina no TikTok, mas as críticas provavelmente vão afastar futuros projetos que tentarem ampliar sua presença.

A reação de fúria no Twitter foi tão severa que Altman decidiu deixar a plataforma após receber ameaças de morte por conta da campanha.

Maren Altman
Maren Altman noticiou que não iria mais usar o Twitter por conta da repercussão por ela ter participado de uma campanha na Solana.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 18/06/2021 - 16:50

Pela Web