Por que a bolha de tokens não fungíveis (NFTs) é boa para cripto?

09/03/2021 - 16:24
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Confira um resumo da mais recente edição do podcast Crypto Conversation, que fala sobre o mercado de NFTs — considerado, por muitos, como algo “irracional” (Imagem: Christie’s)

Em edição recente do podcast Crypto Conversation, da Brave New Coin (BNC), Andy Pickering convida Aditya Das, especialista e pesquisador sobre blockchains, para falar sobre a febre dos tokens não fungíveis (NFTs), que estão movimentando milhões de dólares no mercado cripto.

Aditya inicia explicando o que são NFTs:

Blockchains são um registro digital de transações que não pode ser alterado por uma entidade centralizada.

Cada moeda de bitcoin é fungível, ou seja, podem ser negociadas entre si facilmente.

[…] “Não fungível” significa o contrário. Tokens não fungíveis são indivisíveis e únicos como um token, então cada NFT é um ativo especial em um blockchain.

NFTs são tokens criptográficos que representam algo ou são um token único com uma assinatura poderosa no blockchain que comprovam que são autêntico.

Aditya explica que, apesar de parecer fácil replicar tokens, a graça é terem características exclusivas, pois um NFT nunca é igual ao outro.

Ele dá o exemplos dos CryptoPunks, que são imagens em 8-bit que, apesar de parecerem desenhos simples, o algoritmo faz com que cada um tenha características diferentes e únicas. Clique aqui para saber mais.

Andy menciona o recente “boom” no mercado artístico das NFTs, que chegou ao seu auge em janeiro e fevereiro de 2021. Recentemente, CryptoPunks, HashMasks, SuperRare e Rarible são alguns dos nomes mais mencionados.

Em janeiro, o mercado Nifty Gateway processou uma venda de US$ 6,6 milhões do artista digital Beeple (também conhecido como Mike Winkelmann); ele possui outra arte à venda, cujo lance atual está em US$ 3,7 milhões 

Aditya menciona a tokenização de coisas, como a transformação de tuítes em ativos exclusivos pela plataforma Valuables, bem como momentos de grandes jogos de basquete em NFTs, como o mercado NBA Top Shot.

O tuíte de Jack Dorsey, CEO do Twitter está sendo leiloado e recebeu dois lances: um de US$ 1 milhão por Justin Sun, CEO da Tron — acusado de aproveitar a fama de qualquer meme em alto —, e outro de US$ 2,5 milhões por Hakan Estavi, CEO do produto de oráculos Bridge.

Aditya explica o processo de emitir um NFT na Rarible, por exemplo:

– instalar MetaMask em seu navegador;

– conectar sua carteira ao mercado NFT escolhido;

– enviar uma imagem à plataforma, acrescentar um título, descrição, estabelecer preço e limite para seus tokens — quanto mais cópias, menos escasso será e menos valor terá;

– qual será a porcentagem de direitos autorais recebida pelo criador a cada revenda;

– acrescentar vantagens a cada NFT adquirido, como benefícios e descontos em outros processos;

– pagar taxa de gás à rede Ethereum, para pagar pelas transações, que podem variar absurdamente devido ao congestionamento da rede (Aditya alerta sobre essa oscilação);

– em seguida, MetaMask pede pela confirmação da transação e seu “nifty” está no ar.

Há comentários de que NFTs são uma bolha e Andy reluta em dizer que, “possivelmente”, sim. Ele afirma que isso não é algo ruim, pois é como mercados monetários são formados: “com uma exuberância irracional para atingir um ponto de inflexão”.

Aditya acrescenta que NFTs e assinaturas digitais pegaram ideias tradicionais do mundo das artes, como Andy Warhol, que assinava objetos mundanos que ganhavam valor após ele deixar sua “marca”:

Assim como o bitcoin mudou o mundo ao mostrar que poderia ser um padrão monetário aberto, NFTs podem mudar o mundo ao mostrar que pode haver novos padrões na forma como assinamos itens digitais.

NFTs parecem ser uma novidade, mas conforme vemos a efetividade dessas assinaturas digitais imutáveis, que duram para sempre e que existe uma economia aberta ligada a eles, que é automática e pode se conectar às DeFi [finanças descentralizadas].

Quanto mais poderoso e aprofundado o ecossistema se torna, e conforme há mais conscientização, mais pessoas estarão envolvidas.

Você pode ouvir a edição completa (em inglês) nas plataformas Apple PodcastsSpotifyYouTubeStitcher.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 09/03/2021 - 16:24

Pela Web