Terra (LUNA) é a “versão cripto de um esquema de pirâmide”, diz investidor bilionário

Equipe Crypto Times
18/05/2022 - 9:06
Terra LUNA
Terra poderá renascer com plano de bifurcação do blockchain? (Imagem: Crypto Times)

O investidor bilionário Bill Ackman teceu comentários sobre a derrocada do ecossistema de Terra (LUNA), chamando-o de “a versão cripto de um esquema de pirâmide”.

No Twitter, Ackman disse que promessas a investidores falavam de um “retorno de 20%, com garantia em um token cujo valor é direcionado somente pela demanda do token por novos investidores”.

“Não existem fundamentos de negócios subjacentes”, acrescentou o investidor.

Os retornos de 20% referem-se ao rendimento de Terra em Anchor Protocol (ANC), segundo o Decrypt. O valor atual do retorno é de 18% e deverá cair novamente no início de junho.

Não foi somente Ackman que fez comentários negativos sobre Terra. O CEO de Pershing Square Capital Management também criticou o token de governança da rede — LUNA — por criar uma demanda artificial ao limitar o fornecimento por meio de períodos de bloqueio (“vesting schedule”, em inglês).

Períodos de bloqueio referem-se a uma prática em que tokens são bloqueados por certo período e, depois, distribuídos.

No caso do token de governança de Terra, se um investidor comprasse LUNA em uma rodada “seed” (para impulsionar seu crescimento), os tokens ficariam bloqueados de 10 a 18 meses, mas, após esse período, eles seriam distribuídos.

O investidor bilionário também comentou no Twitter que o token LUNA teve uma valorização ao atrair investidores e limitar o fornecimento de tokens por meio do período de bloqueio. “O token colapsou uma vez que a quantidade de vendedores de LUNA superou a de compradores”, acrescentou.

Embora Ackman tenha defendido a tecnologia blockchain, ele afirmou que a indústria cripto precisa se organizar. Caso contrário, o potencial desse setor pode ser perdido.

“Exaltar tokens que não contam com modelos de negócios que criam valor irão destruir toda a indústria de criptomoedas”, escreveu Ackman no Twitter.

Equipe jurídica dos criadores da rede Terra
pede demissão após colapso de LUNA e UST

Terra poderá renascer?

Na última segunda-feira (16), o CEO de Terraform Labs e fundador de Terra, Do Kwon, anunciou um plano para ressuscitar a rede, por meio de uma bifurcação (“fork”) em seu blockchain.

“Fork” é um termo usado para designar a mudança na estrutura de um blockchain. Neste caso, a mudança seria muito significativa, visto que seria como começar um blockchain do início.

A proposta, colocada em votação hoje (18), pretender bifurcar o blockchain em uma nova rede, que se chamará “Terra”, com o token Luna, enquanto o antigo blockchain se tornaria “Terra Classic”, e o token Luna original passaria a ser chamado “Luna Classic” (LUNC).

No entanto, a proposta de Do Kwon não foi bem recebida pela comunidade. Uma votação não oficial no fórum de governança de Terra indicou que 90% dos participantes eram contra o “fork” do blockchain, mas, sim, a favor da queima de tokens LUNA.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Disclaimer

O Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.

Última atualização por Vitória Martini - 18/05/2022 - 9:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto