Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Veja os fundos imobiliários que os grandes investidores escolheram em dezembro

23/01/2020 - 17:24
Veja levantamento com principais escolhas dos grandes investidores (Imagem: Unsplash/@serjosoza)

O setor imobiliário passou a se recuperar e tirar diversos projetos do papel ao longo de 2019.

No ano passado, houve grande procura por fundos imobiliários. A quantidade de investidores em fundos imobiliários saltou para mais de 575 mil em 2019 contra cerca de 300 mil em 2018. São mais de 200 fundos imobiliários negociados na Bolsa. Para se ter uma ideia, no final de 2008 eram 168.

Em 2019, o Ifix, indicador de desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários na Bolsa teve uma valorização de 35,95%, muito acima do CDI acumulado de 5,96%.

Big Data SmartBrain mostra quais foram os fundos imobiliários mais investidos em dezembro pelos grandes investidores que são atendidos por consultores e gestores de patrimônio independentes.

Top fundos imobiliários preferidos e suas rentabilidades:

O fundo imobiliário mais escolhido em dezembro foi o Mogno Fundo de Fundos (MGFF11), um fundo de fundos da Mogno Capital, que investe em fundos imobiliários de outras gestoras em diferentes segmentos – corporativo, logístico, shopping centers e recebíveis.

Em segundo lugar está o Hotel Maxinvest (HTMX11), que tem a gestão do Hotel Invest em conjunto com o BTG Pactual com foco em hotéis em São Paulo.

Na terceira posição aparece o Bresco Logística (BRCO11), um fundo de galpões logísticos da Bresco.

Mogno Fundo de Fundos foi o favorito dos investidores (Imagem: Unsplash/@serjosoza)

Outra novidade no ranking dos top preferidos foi o XP Malls (XPML11) da XP Investimentos, que atua na área de shopping centers e tem como um dos destaques no portfólio o Catarina Fashion Outlet.

Os demais fundos que apareceram no ranking de dezembro já constavam no mês anterior, apesar de algumas mudanças nas suas posições.

Saíram da lista Hedge Brasil Shopping (HGBS11), que é do ramo de shoppings e conduzido pela Hedge Investments; Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11), da gestora Rio Bravo e atuação no segmento de bancos; o Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), de empreendimentos corporativos e galpões logísticos da Kinea, e o XP Log (XPLG11), fundo de galpões logísticos da XP Investimentos.

Quer simular alguns FIIs na sua carteira de investimentos?

Use o Simulador da SB que é gratuito!

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 23/01/2020 - 17:25