Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Análise de preço do token YFI: Yearn Finance e a vantagem do pioneiro

28/10/2020 - 10:06
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Com muitas cópias surgindo nos últimos dias, YFI provavelmente manterá sua vantagem de pioneiro nos próximos meses (Imagem: Substack/Yearn Finance)

Yearn.Finance (YFI) é uma plataforma de finanças descentralizadas (DeFi) que opera com um token nativo de governança que fornece direitos de votação e recompensas por staking a seus detentores.

A rede é apoiada pelo protocolo Yearn, um otimizador de rendimentos que visa maximizar o retorno para as posses de cripto de um usuário ao automaticamente movimentar seus fundos por inúmeros protocolos de empréstimo.

O protocolo foi criado pelo desenvolvedor Andre Cronje que, no início de 2020, estava buscando uma forma de automatizar o processo de encontrar os mais altos rendimentos possíveis para suas stablecoins.

Clique aqui para entender como funciona o protocolo Yearn Finance.

O valor total de ativos bloqueados (TVL) do YFI está em US$ 334 milhões, após uma queda em agosto, quando o protocolo atingiu uma alta recorde de US$ 1 bilhão.

Um decrescente TVL com crescentes preços do bitcoin (BTC) e do ether (ETH) sugere um enfraquecimento do sentimento de mercado pelas estratégias de rendimento do YFI.

Valor total bloqueado (em dólares) na Yearn.Finance (Imagem: DeFi Pulse)

YFI é o token de governança da plataforma, antes emitida como uma recompensa por fornecedores de liquidez que usam o protocolo Yearn.Finance, dando direitos de como operar a rede.

O token YFI está sendo negociado a US$ 13,4 mil, cujo preço esteve bem volátil nos últimos meses — em parte, relacionado à falta de tokens disponíveis e à febre de listagens em diversas corretoras. YFI atingiu uma alta recorde de US$ 42 mil no dia 13 de setembro.

Embora YFI não possa mais ser obtido por meio da emissão de liquidez, agora é negociável em grandes corretoras centralizadas, incluindo Binance e Coinbase, bem como em plataformas descentralizadas como Uniswap.

Lista dos mais ricos com YFI (Imagem: Xangle)

A “lista dos mais ricos com YFI” mostram poucos endereços que detêm grande parte das moedas disponíveis, em que Binance, Huobi e OKEx possuem quase 25% do fornecimento total.

Transações por dia (Imagem: Xangle)

Estatísticas em blockchain mostram um número decrescente de transações por dia (gráfico acima) e valores médios por transação (gráficos abaixo) nas últimas semanas.

Valores médios por transação (Imagem: Xangle)

Em relação ao desenvolvimento, quase 50 desenvolvedores contribuíram com centenas de contribuições entre 37 repositórios na plataforma GitHub nos últimos meses.

Grande parte das moedas usam a comunidade de desenvolvedores do GitHub. Arquivos são salvos em pastas chamadas de “repositórios” ou “repos”.

Alterações a esses arquivos são registradas com “contribuições”, que salvam um registro das alterações realizadas, além de quando e por quem.

Apesar de contribuições representarem quantidade e não necessariamente qualidade, um grande número de contribuições pode significar maior interesse e atividade por desenvolvedores.

(Imagem: GitHub – iearn-finance/iearn-finance)
(Imagem: GitHub – iearn-finance/ygov-finance)
(Imagem: GitHub – iearn-finance/yearn-protocol)
(Imagem: GitHub – iearn-finance/YIPS)

Dados mundiais no Google Trends para pesquisas pelo termo “DeFi Crypto” e “Yield Farming” dispararam este ano, mas diminuíram significativamente nas últimas semanas.

Um estudo realizado em 2015 descobriu uma forte correlação entre dados do Google Trends e o preço do bitcoin enquanto um estudo realizado em 2017 concluiu que, quando as pesquisas no Google “bitcoin” aumentaram drasticamente nos EUA, o preço do bitcoin caiu.

Pesquisas pelo termo “DeFi Crypto” (Imagem: Google Trends)
Pesquisas pelo termo “Yield Farming” (Imagem: Google Trends)

Análise técnica

Conforme uma possível tendência de mercado de baixa recomeça, roteiros de desenvolvimento (“roadmaps”) para futuras movimentações de mercado podem ser encontrados em maiores intervalos de tempo usando Médias Móveis Exponenciais (MMEs), perfil de volume do intervalo visível (VPVR), pontos de pivô, Nuvem de Ichimoku e divergências.

Clique aqui para entender mais sobre as análises técnicas descritas abaixo.

Médias Móveis Exponenciais (MMEs) são um indicador técnico de gráfico que rastreia o preço de um investimento ao longo do tempo.

YFI possui um histórico de preço limitado, então é preciso analisá-lo em intervalos de tempo menores, em vez de analisar seu gráfico diário.

No intervalo de quatro horas, a MME de 50 períodos e a de 200 períodos se cruzaram negativamente no dia 2 de outubro, o que resultou em uma queda de 34% até agora.

O perfil de volume do intervalo visível (VPVR) é um indicador que mostra a atividade de negociação ao longo de um período específico de tempo a certos níveis de preço. Assim, mostra o que foi comprado e vendido a esses níveis atuais.

O preço à vista também está na área superior de volume, segundo o VPVR e um pivô mensal de suporte. Se esse suporte horizontal falhar, não restarão suportes negativos e significativos.

O preço à vista também formou uma série de padrões gráficos de mercado de baixa desde sua alta recorde, incluindo um de cabeça e ombros (ou “head and shoulders”) — que prevê uma reversão do mercado de baixa — e, mais recentemente, um triângulo descendente — sinal de enfraquecimento na demanda pelo ativo.

Ambos os padrões sugerem outras movimentações negativas para a faixa dos US$ 8 mil. O padrão gráfico “cabeça e ombros” produz uma extensão de Fibonacci — para estimar um preço-alvo — em 1.618 e considera uma zona de suporte entre US$ 8 mil para US$ 0.

O triângulo descendente produz uma extensão de Fibonacci de 1.618 e considera uma zona de suporte entre US$ 8,5 mil e US$ 5,5 mil.

A Nuvem de Ichimoku é uma coleção de indicadores técnicos que mostram os níveis de apoio e resistência, bem como o ímpeto e a direção da tendência.

Em relação à Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”).

A cruz Tenkan, ou linha de conversão, é o ponto médio dos maiores e menores preços de um ativo nos nove períodos anteriores. Já a cruz Kijun, ou linha-base, é usada para gerar sinais de negociação quando cruzada com a Tenkan para os 26 últimos períodos.

A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

O status das métricas da Nuvem sobre o quadro temporal de quatro horas, com configurações duplicadas (20/60/120/30) para sinais mais precisos, indica uma baixa. O preço à vista está abaixo da Nuvem, então a Nuvem indica uma baixa, assim como as cruzes T/K.

O período de atraso está abaixo da Nuvem e do preço à vista. A tendência continuará em baixa enquanto o preço se mantiver abaixo da Nuvem, atualmente em US$ 16 mil.

A plataforma Yearn Finance surgiu na “caixa de ferramentas” da comunidade DeFi este ano, impulsionando e melhorando a técnica de “yield farming” — recompensa a um pool de formadores de mercado pelo incentivo de liquidez para um token específico — por meio da automatização e da eficiência.

O token YFI também teve um grande sucesso inicial, apesar do fundador Andre Cronje afirmar que o token não deveria ter valor algum.

A abordagem de “testes em produção” de Andre Cronje,
fundador do protocolo Yearn Finance

YFI rapidamente expandiu seus serviços nos últimos 90 dias conforme rendimentos DeFi começaram a diminuir. Com muitas cópias surgindo nos últimos dias, YFI provavelmente manterá sua vantagem de pioneiro nos próximos meses.

Aspectos técnicos para o token YFI indicam uma baixa, pois o preço à vista em dólares se recusa a saltar para o suporte significativo. Métricas de tendência mostram que o preço à vista está abaixo da MME de 33 dias e da Nuvem de quatro horas.

Se o nível de US$ 13 mil não se sustentar, o preço à vista provavelmente ficará na zona de suporte entre US$ 8,5 mil e US$ 5,5 mil, projetado por um padrão gráfico de triângulo descendente. Se o preço à vista irromper acima dos US$ 16 mil, a tendência de alta voltará com tudo.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 28/10/2020 - 10:06