Bitcoin (BTC) tem dia acima de U$ 30 mil; analistas não se entendem sobre fundo do poço

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
17/05/2022 - 18:23
Bitcoin (BTC) hoje
 (Imagem: Freepik)

Nesta terça-feira (17), o Bitcoin (BTC) passou grande parte do dia acima de U$ 30 mil. A criptomoeda chegou a ultrapassar a faixa de U$ 30 mil pela manhã, e se manteve, majoritariamente, neste preço até a publicação dessa matéria. Entretanto, a criptomoeda entra em sua oitava semana consecutiva de perdas, caso recue.

Já o Ether (ETH), criptoativo da rede de contratos inteligentes da Ethereum, se manteve acima de U$ 2 mil, e parece estar mais estável neste preço do que o Bitcoin a U$ 30 mil.

Segundo dados do CoinMarketCap, a capitalização de mercado da somatória de todos criptoativos subiu 1,26%, e deixou o mercado em cerca de US$ 1,30 trilhões. A dominância do bitcoin e do ether é de, respectivamente, 44,3% e 19,2%.

Índice “Fear & Greed” – como está o sentimento de medo no mercado?

O índice Fear & Greed chegou a 8 nesta manhã. Esse é o menor patamar desde março de 2020, no início da pandemia:

Latest Crypto Fear & Greed Index

Análise de Mercado

Humberto Andrade, analista de trading do Mercado Bitcoin, diz que o reflexo do que aconteceu com a Luna ainda é muito recente, e, por conta disso, as discussões em torno da regulação do mercado só têm crescido.

“Isso reflete diretamente nos dados on-chain, onde os indicadores de volume se mostram em patamares muito baixos, com redução de compra por parte dos investidores de longo prazo. O que chama atenção, porém, é que o número de endereços em posição lucrativa têm aumentado consistentemente, junto com o colateral em moeda fiduciária”, diz.

Mesmo diante do medo extremo apontado pelo índice Fear & Greed, as principais criptomoedas deram uma leve reagida nas últimas 24 horas, com o bitcoin superando novamente a barreira dos US$ 30 mil.

O mercado cripto está vindo de sete semanas consecutivas de perdas. Andrade diz que a última vez em que o “candle” semanal fechou no vermelho por tanto tempo havia sido em 2014, quando o Bitcoin passou por seis semanas de quedas, caindo de US$ 507 em 25 de agosto para US$ 323 no dia 06 de outubro.

Analistas discutem sobre qual é o fundo do Bitcoin (BTC)

“Nas últimas sete semanas, a queda foi de US$ 46.900 no dia 28 de março para US$ 31.300 na última sexta-feira (13), representando uma perda de 33%. Não há, no entanto, consenso entre os analistas sobre se o bitcoin atingiu o fundo”, explica Humberto Andrade, analista de trading do Mercado Bitcoin.

Will Clemente, analista líder de insights da Blockware, diz acreditar que o ativo atingiu um fundo “multigeracional”.

Por outro lado, pesquisadores do Huobi Research Institute permanecem pessimistas, acreditando que o fundo do mercado ainda está por vir.

Barry Jiang, um dos pesquisadores, acredita que o Bitcoin cairá para algo entre US$ 20 mil e US$ 25 mil antes de se recuperar. 

Finanças descentralizadas (DeFi)

O setor de finanças descentralizadas (DeFi) não parece ter tido o mesmo “suspiro” que os demais nesta terça. Foi observado um forte recuo no Valor Total Travado, ou TVL na sigla em inglês, de todas as redes.

O valor total travado em DeFi, segundo o site Defillama, é de U$ 142,37, uma variação diária negativa em 4,03%. Confira as principais perdas:

Bitcoin (BTC) hoje
(Imagem: DeFiLlama)

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Disclaimer

O Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.

Última atualização por Márcio Juliboni - 17/05/2022 - 18:23

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto