Compass Mining lança mineração de criptomoedas “em casa” para o varejo americano

21/09/2021 - 10:59
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
É importante relembrar que, no Brasil, a mineração de criptomoedas pode não ser tão viável pois, além da atual crise hídrica, as tarifas pagas pelo consumo elétrico estão altíssimas (Imagem: Twitter/Compass Mining)

Compass Mining, um marketplace de hardware para a mineração de bitcoin (BTC) e fornecedora de serviços de hospedagem desses equipamentos, lançou um serviço que permite que mineradores de varejo realizem o processo em suas casas.

O serviço inclui a apresentação de máquinas de bitcoin na casa das pessoas, ajudando-as a conectar essas máquinas ao pool de mineração F2Pool, além de fornecer outros serviços de suporte, explicou Whitney Gibbs, CEO do Compass Mining, ao The Block.

Um pool de mineração de criptomoedas é um grupo que combina seus recursos computacionais para transmitir um bloco de transações, garantindo a segurança de uma rede blockchain.

“Recebemos uma quantia considerável de pedidos por ASICs de mineração de bitcoin de pessoas que desejam começar a minerar em casa”, afirmou Gibbs.

“Existe uma ampla escassez de ‘rackspace’ [centros computacionais] na indústria, então muitas pessoas estão procurando por uma forma de criar uma instalação em casa em vez de esperar que a capacidade [de mineração] esteja disponível no quarto trimestre de 2021 ou no primeiro trimestre de 2022.”

Doze criptomoedas
que você pode minerar em casa

A Compass Mining está oferecendo três modelos de novas máquinas de mineração para o serviço “caseiro”.

Esses modelos incluem o M31S+, da WhatsMiner, com 78 terahashes por segundo (TH/s) e precificado a US$ 8,1 mil; o M30S, também da WhatsMiner, com 88 TH/s a US$ 9.750; e o S19, da Antminer, com 95 TH/s a US$ 10,4 mil. A previsão de entrega é entre duas a três semanas após a aquisição.

Atualmente, o serviço só está disponível nos EUA. Gibbs afirmou que a Compass Mining planeja se expandir para o Canadá e para a Europa ainda este ano.

Quando perguntado por que alguém iria preferir adquirir o equipamento para a mineração pela Compass em vez de comprar diretamente das fabricantes Bitmain ou MicroBT, Gibbs afirmou que o serviço e o suporte, como um todo, são os principais benefícios.

Compass também oferece taxas de descontos para pools, disse ele, acrescentando que a F2Pool geralmente cobra taxas de 2,5% mas, por meio da Compass, as taxas caem para 1,2%.

Além disso, fabricantes de mineração geralmente executam ordens maiores mas, por meio da Compass, até mesmo uma só máquina pode ser adquirida, afirmou Gibbs.

Quando perguntado se a mineração de bitcoin pode ser rentável no atual mercado, Gibbs disse: “[os aspectos] econômicos, sem dúvidas, mudam, considerando que mineradores domésticos estão pagando, em média US$ 0,105/kWh”.

Porém, ainda é uma prática “viável”, pois a mineração ainda está em meio a seus períodos mais rentáveis e máquinas cada vez mais eficientes estão surgindo, acrescentou ele.

É importante relembrar que, no Brasil, a mineração de criptomoedas pode não ser tão viável pois, além da atual crise hídrica, as tarifas pagas pelo consumo elétrico estão altíssimas.

Lembre-se que, dependendo da criptomoeda, várias máquinas de mineração precisam estar ligadas 24 horas por dia e ter ventiladores que evitam que o hardware superaqueça.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 21/09/2021 - 10:59

Cotações Crypto
Pela Web