Ether atinge nova máxima e outras criptos seguem o ciclo de alta; confira análise semanal

Brave New Coin
01/11/2021 - 9:42
Traduzido e editado por Vitória Martini
Ethereum Ether ETH
A nova máxima histórica da criptomoeda criada por Vitalik Buterin pode ter sido motivada pela atualização Altair, implementada na semana passada (Imagem: Unsplash/Executium)

Os mercados de ativos digitais tiveram outra semana de alta em suas negociações, com a ethereum (ETH) – a segunda maior cripto do mundo – atingindo uma nova máxima histórica de, aproximadamente, US$ 4.450 na última sexta-feira (29), o que levou a uma corrida das criptomoedas alternativas.

Já o bitcoin (BTC) – a criptomoeda líder do mercado – terminou a semana com 1% de aumento, enquanto ETH e binance coin (BNB) tiveram aumentos de 6% e 10%, respectivamente.

Dois dias antes de o ether atingir sua nova máxima histórica, a atualização Altair da rede foi implementada na rede principal. Diferentemente de outras atualizações no início deste ano, Altair não passou por incidentes durante sua implementação.

O desenvolvedor líder da Ethereum, Preston van Loon, disse que a atualização contou com 95% da participação da validadores. Isso significa que a grande maioria de participantes essenciais atualizaram suas máquinas para implementarem o recente software da Altair, antes de conectá-lo à rede Ethereum.

A atualização Altair é a primeira do tipo no beacon chain da Ethereum. O beacon chain introduziu o staking de ETH e será central para a futura arquitetura repartida do blockchain.

O beacon chain irá conduzir ou coordenar a rede expandida de repartições (“shards”) e stakers (aqueles que fazem o staking da criptomoeda). Os “shards” serão blockchains novos individuais que irão formar um sistema de blockchain mais amplo da Ethereum.

A atualização Altair abre portas para a futura fusão, em que a atual rede principal da Ethereum irá se fundir com o beacon chain, alterando o protocolo de consenso da rede de proof-of-work (PoW) para proof-of-stake (PoS).

A promessa é de tornar a rede mais rápida, barata e eficiente do ponto de vista energético. O estágio de fusão se aproxima, com as melhores estimativas estipulando o primeiro trimestre de 2022.

O salto na rede Ethereum também coincidiu com um aumento repentino da atividade na rede, além de mais tokens ETH serem queimados como taxa de transação.

A corretora descentralizada (DEX, na sigla em inglês) Uniswap e a plataforma de tokens não fungíveis (NFTs) OpenSea tiveram as maiores queimas de ETH na última semana, destinando 8.414,88 ETH e 5.309,67 ETH ao endereço de queima, respectivamente.

Um novo líder das atividades de transação na Ethereum é o projeto de moeda de meme Shiba Inu Coin (SHIB). O projeto queimou 1.081.65 ETH na semana passada e contribuiu 1% em relação à queima total da rede no mesmo período.

O crescimento das atividades de transação pode contribuir para o aumento do preço do ETH, porém, para usuários da rede, isso significa que a taxa de gás se tornou excessivamente cara.

O site Bitinfocharts estima que o preço médio de uma transação é de US$ 51,38. No início do mês, esse número era de US$ 23,79. As taxas de transação mais que dobraram em um mês.

Com concorrentes, como Solana (SOL) e Fantom, oferecendo produtos semelhantes ao da Ethereum por uma fração do preço, a fusão poderá acontecer mais cedo para o projeto.

Porém, investidores estão confiantes que o desenvolvimento irá acontecer conforme o esperado, com o “guru de investimentos” Raoul Pal afirmando que está “irresponsavelmente tendendo à compra” de ETH, em um horizonte de seis a nove meses.

Alguns dos outros grandes ganhadores na semana passada foram tokens ligados ao mundo virtual, como Decentraland (MANA), com um aumento de 245%; The Sandbox (SAND), que cresceu 97%; e Axie Infinity (AXS), com um aumento de 10%.

O aumento desses tokens parece ter sido motivado pelo comunicado da maior rede social do mundo – o Facebook –, em que informou que mudaria seu nome para Meta, a fim de aumentar seu foco em seu Metaverso.

A ideia de um metaverso está em encapsular domínios digitais imersivos que se assemelham ao mundo real, mas são digitais, permitindo que as pessoas expandam suas habilidades dentro deles.

Especuladores estão apostando que a iniciativa do Facebook levará a maior exposição para projetos do tipo metaverso, e que esses tokens cripto irão se beneficiar como resultado.

O que vem por aí esta semana?

1º a 4 de novembro: Conferência de NFT em Nova York

Nesta semana, acontecerá a maior conferência de NFTs do mundo, na cidade de Nova York, mais especificamente na icônica Times Square.

A lista de palestrantes inclui grandes nomes, como Alex Ohanian, cofundador do Reddit; o empreendedor Gary Vaynerchuk; e Stani Kulechov, CEO da Aave. Em 2021, o mundo dos NFTs passou por um crescimento explosivo com mais e mais investidores aderindo à proposta desses tokens.

8 de novembro: Crypto.com lança o blockchain Cronos

Cronos, um blockchain do tipo Máquina Virtual Ethereum (EVM) que irá funcionar de modo paralelo ao blockchain da Crypto.com já existente, deverá ser lançado no final desta semana.

O objetivo do novo blockchain é escalar o ecossistema de finanças descentralizadas (DeFi) da Crypto.com, ao fornecer aos desenvolvedores a capacidade de portar instantaneamente aplicações descentralizadas (dapps) da Ethereum e blockchains compatíveis com EVM.

Nesses dois últimos anos, o token nativo da Crypto.com – CRO – teve diversos altos e baixos, mas o novo lançamento aumenta o potencial do projeto.

Top 10 criptoativos da semana

Marcap 10 0111-min

A última semana foi importante para os ativos de grande capitalização de mercado presentes na tabela da Brave New Coin, com a maioria deles desfrutando de crescimentos saudáveis.

A criptomoeda temática SHIB adentrou os dez maiores criptoativos, após um crescimento astronômico que fez seu valor crescer mais de 800% no último mês.

No dia 28 de outubro, dados sobre tendências de busca no Google em todo mundo indicaram que o interesse de pesquisa por “SHIB” ultrapassou as buscas por “Ethereum”, “XRP” e “Cardano”.

Gráfico de preço do bitcoin

BLX 7day 0111-min

O bitcoin teve uma semana agitada em relação ao seu preço, que variou entre US$ 63 mil e US$ 58 mil. Porém, especialistas indicam que a previsão de preço do bitcoin permanece forte para o futuro.

O site Glassnode informou que a quantidade de bitcoin nas corretoras caiu novamente, na semana passada. Isso indica um forte compromisso dos detentores da criptomoeda em manter seus BTC como reserva, ao invés de vendê-los.

Última atualização por Vitória Martini - 01/11/2021 - 9:42

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web