Gestora de ativos lança ETF cripto que rastreia empresas envolvidas com NFTs

02/12/2021 - 13:23
NFT vetor
Para Sylvia Jablonski, o ETF permitirá que investidores tenham “acesso às companhias envolvidas no renascimento dos NFTs” (Imagem: Freepik/stories)

Conforme noticiado pelo Decrypt, a gestora cripto Defiance está lançando um fundo negociado em bolsa (ETF, na sigla em inglês) de tokens não fungíveis (NFTs) – o “Defiance Digital Revolution ETF (NFTZ)”. O fundo criado pela empresa irá rastrear as indústrias ligadas a blockchains e NFTs.

De acordo com a diretora de tecnologia da informação da Defiance, Sylvia Jablonski, o ETF permitirá que investidores tenham “acesso às companhias envolvidas no renascimento dos NFTs”, além da tecnologia blockchain.

Jablonski acrescentou, ainda, que as empresas que participam do índice são agentes fundamentais para o desenvolvimento da Web 3.0.

O que é proposto pelo fundo de NFTs?

Segundo o Decrypt, o ponto central do ETF de NFTs da Defiance é o rastreamento de empresas expostas aos mercados de blockchain e NFTs.

Atualmente, as principais posições do fundo são preenchidas por empresas cripto importantes, como Silvergate Capital, Coinbase e Bitfarms.

A Coinbase, embora seja uma das maiores corretoras cripto dos Estados Unidos e do mundo, também entrou para o mundo dos NFTs em outubro deste ano. Após a companhia anunciar sua plataforma “Coinbase NFT”, cerca de 1,4 milhão de cadastros foram feitos em menos de 48 horas.

De acordo com o Decrypt, o fundo NFTZ tem uma taxa de gestão de 0,65%, o que indica que serão cobrados US$ 6,50 para cada US$ 1 mil aplicados.

SEC se aproxima de cripto

O fundo de NFTs da Defiance chegou ao mercado pouco tempo depois da Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio (SEC) dos Estados Unidos ter aprovado o primeiro ETF cripto do país. O ETF histórico é da ProShares e negocia contratos futuros de bitcoin (BTC).

Após a aprovação do primeiro ETF cripto, a SEC concedeu a mesma decisão para outros ETFs de futuros, como o da VanEck e o da Valkyrie.

No entanto, apesar de as aprovações terem sido um divisor de águas no mundo cripto, a reguladora americana rejeitou a proposta de um ETF de bitcoin à vista – até então o mais aguardado pelos defensores de cripto – da gestora VanEck.

Última atualização por Vitória Martini - 02/12/2021 - 13:23

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web