Marathon compra mais 30 mil máquinas para a mineração de bitcoin por US$ 120 milhões

02/08/2021 - 11:55
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Na atual dificuldade de mineração do bitcoin, a empresa pode gerar, em teoria, uma taxa de hashes de cerca de 18 BTC em 24 horas, equivalente a US$ 721 mil (Imagem: Crypto Times)

A empresa americana de mineração cripto Marathon Digital (MARA) afirmou ter assinado uma nova ordem de compra de 30 mil unidades do modelo S19j Pro, o conhecido hardware para a mineração de bitcoin (BTC) desenvolvido pela Bitmain.

Segundo um anúncio desta segunda-feira (2), a Marathon espera que as 30 mil máquinas sejam enviadas entre o primeiro e o segundo trimestres de 2022.

A empresa afirmou que a encomenda equivale a US$ 120 milhões, o que será contabilizado na receita de 2022 da Bitmain se os equipamentos forem entregues dentro do cronograma.

O acordo é outro sinal de que instituições norte-americanas estão aumentando seus investimentos no setor multibilionário da mineração de bitcoin a nível industrial.

A mais recente encomenda da Marathon se soma às 100 mil máquinas S19 já compradas desde o ano passado, cuja previsão de entrega é para o primeiro trimestre de 2022.

Dito isso, até junho do ano que vem, a estimativa é que o poder computacional de hashing da Marathon totalize 13,3 exahashes por segundo (EH/s), totalizando mais de 10% da taxa total de hashes da rede Bitcoin.

Segundo um mapeamento geográfico da indústria de mineração de bitcoin, feito pelo The Block após a repressão da atividade cripto na China desde maio, a Marathon possui o maior plano de escala para o futuro próximo entre as mineradoras de bitcoin listadas em bolsa.

Com base em uma atualização de progresso em 30 de junho, a quantidade de máquinas em operação da Marathon consistia de 20 mil unidades do modelo S19s da Bitmain, com cerca de 2,09 EH/s de poder computacional que foram hospedados em sua própria instalação de mineração cripto na cidade de Hardin, no estado americano de Montana.

Na atual dificuldade de mineração do bitcoin, a empresa pode gerar, em teoria, uma taxa de hashes de cerca de 18 BTC em 24 horas, equivalente a US$ 721 mil.

A empresa está no aguardo de mais 12 mil máquinas até outubro, que serão implementadas na unidade de Hardin.

As unidades restantes, que foram compradas pela Bitmain, serão implementadas em uma unidade de 300 megawatts (MW) que a fornecedora de “colocação” — serviço em que se paga pela hospedagem de equipamentos de mineração em um centro de dados — Compute North está desenvolvendo no Texas.

A geografia da mineração de bitcoin (Imagem: John Dantoni/ The Block Research)

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 02/08/2021 - 11:55

Cotações Crypto
Pela Web