AgroTimes

Novo CEO, fiagro em dólar, dividendos e balanços; os destaques do Agro Times

11 fev 2024, 9:00 - atualizado em 09 fev 2024, 15:51
agro ceo
Confira os balanços da Raízen, São Martinho e Brasil Agro, além de data para receber bolada prometida pela Klabin em dividendos (Imagem: Pixabay)

A segunda semana de fevereiro contou com diferentes destaques para o setor agro, como as possíveis perdas para o Brasil caso um o acordo Mercosul-União Europeia não ocorra.

Além disso, destacamos os resultados de empresas como Klabin (KLBN11) e São Martinho (SMTO3), assim como a visão de diferentes casas de análise sobre as ações.

Por fim, o Itaú BBA elevou o preço-alvo e recomendação de uma ação a um mês dos resultados do 4T23.

Veja o que o Agro Times separou de principais temas que você pode ter perdido. Confira a seguir.

Os temas que mais se destacaram na última semana:

5º lugar –Rússia habilita frigoríficos do Brasil; plantas contemplam JBS (JBSS3) e BRF (BRFS3)

rússia frigoríficos
(Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Rússia autorizou mais frigoríficos brasileiros a exportarem carne bovina e de frango. Além de novas habilitações, foram retirados embargos, segundo um comunicado do Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia.

O país habilitou frigorífico da JBS (JBSS3) de Confresa (MT) para exportação de carne bovina, além de uma planta da BRF (BRFS3) de carnes de aves e gorduras em Chapecó (SC), até então restritas à farinha animal.

4º lugar – BrasilAgro (AGRO3) reporta prejuízo líquido de R$ 5,82 milhões no 2T24; veja

brasilagro agro3
(Imagem: YouTube/BrasilAgro)

BrasilAgro (AGRO3) reportou prejuízo líquido total de R$ 5,822 milhões no segundo trimestre da safra 2023/2024 (2T24), contra perdas de R$ 12,881 milhões no segundo trimestre da safra 2022/2023 (2T23).

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou negativo em R$ 12,615 milhões, contra um Ebitda ajustado positivo de R$ 17,128 milhões do 2T23.

Top 3 do agro

🥉 3º lugar – AgroGalaxy (AGXY3) confirma novo CEO, reorganização de lojas e mudanças na estrutura; confira

agrogalaxy agxy3 (3)
(Foto: Divulgação)

AgroGalaxy (AGXY3) anunciou na manhã desta terça-feira (6), através de comunicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), mudanças na estrutura da companhia.

Dessa maneira, Axel Labourtdiretor vice-presidente de operações da AgroGalaxy, assume como novo CEO da companhia em 1º de março.

🥈 2º lugar – Klabin (KLBN11) vai pagar R$ 192 milhões em dividendos

Klabin KLBN11 resultados estimativas guidance papel celulose metas projeções ebitda 3 bilhões 2027
(Imagem: Klabin/ LinkedIn)

O conselho de administração da Klabin (KLBN11) aprovou o pagamento de R$ 192 milhões em dividendos, mostra comunicado divulgado na quarta-feira (7).

O valor a ser pago equivale a R$ 0,03480416981 por ação e R$ 0,17402084905 por unit.

🥇 1º lugar – Kinea lança primeiro Fiagro do Brasil atrelado ao dólar; gestora quer captar R$ 1 bilhão

fiagro dólar
(Foto: Pixabay)

Kinea Investimentos lançou na segunda-feira (5) a oferta pública para captação do primeiro Fiagro atrelado ao dólar do país para investidores em geral, o Kinea Agro Income, que será negociado pelo ticker KDOL11.

O fundo busca captar até R$ 1 bilhão para operações em CRAs (Certificados de Recebíveis Agrícolas) dolarizados. O investimento mínimo para acessar a oferta é de aproximadamente R$ 1.000.

Repórter no Agro Times
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Agro Times desde março de 2023. Antes do Money Times, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil, que cobre o ciclo da oleaginosa do plantio à colheita, e do Agro em Campo, programa exibido durante a Copa do Mundo do Catar e que buscava mostrar as conexões entre o futebol e o agronegócio.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.