O que é o protocolo Synthetix Network? Confira análise de preço do token SNX

26/01/2021 - 10:56
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Parecida com a MakerDAO e sua DAI, Synthetix Network e seus ativos sintéticos (ou “synths”) se tornaram uma parte integral do ecossistema DeFi. Uma plataforma dinâmica de staking e três DAOs distintas que gerenciam atualizações do protocolo, tesouraria e parâmetros da plataforma garantem atualizações contínuas e manutenção para os próximos anos (Imagem: Synthetix)

Synthetix é um protocolo de emissão e negociação de ativos sintéticos na Ethereum.

Cada ativo sintético é um token padrão ERC-20 — transferível e de fornecimento fixo — que rastreia o preço de um ativo externo — por exemplo, cada sUSD rastreia o preço do dólar americano.

Atualmente, a plataforma fornece suporte a moedas fiduciárias, criptomoedas e commodities sintéticas.

Ativos sintéticos (ou “synths”) são garantidos pelo Synthetix Network Token (SNX), um token ERC-20 compatível. Esse modelo agrupado de garantias permite que usuários realizem conversões entre ativos sintéticos diretamente com um contrato autônomo, evitando a necessidade de contrapartes.

Esse mecanismo tenta solucionar os problemas de liquidez e “slippage” — alta diferença entre o preço estimado e o preço obtido — enfrentados por corretoras descentralizadas (DEXs) e os amplos mercados de finanças descentralizadas (DeFi).

Casos de uso financeiros
e o interesse institucional em DeFi

Anteriormente conhecido como Havven (HAV), o projeto Synthetix foi fundado por Kain Warwick e lançado em setembro de 2017 após uma rodada privada de financiamento “seed” (para impulsionar seu crescimento) de US$ 513 mil. Uma base complementar também foi lançada em 2017.

Em fevereiro de 2018, aconteceu uma oferta inicial de moeda (ICO), arrecadando US$ 30 milhões e vendendo 60 milhões de tokens HAV.

Atualmente, SNX possui uma capitalização de mercado de US$ 2,28 bilhões, sendo classificada na 27ª posição da tabela da Brave New Coin (BNC), em que US$ 158 milhões foram negociados nas últimas 24 horas. A ICO possui um retorno sobre investimento (ROI) de 3.116%.

Ativos sintéticos são formas tokenizadas de ativos físicos e tokens de ativos sintéticos são derivativos que podem ser negociados com alavancagem (Imagem: Twitter/Synthetix)

Ativos sintéticos são emitidos quando detentores de SNX realizam o staking — bloqueiam fundos na plataforma — de SNX como garantia usando Mintr, uma aplicação descentralizada (dapp) para interagir com contratos da Synthetix.

Atualmente, ativos sintéticos são lastreados por uma proporção de garantia de 500%, apesar de poder ser aumentada ou diminuída no futuro.

“Stakers” de SNX assumem dívidas quando emitem ativos sintéticos e, para sair do sistema (ou seja, desbloquear seus SNX), devem pagar essa dívida ao queimar ativos sintéticos. Synthetix está testando a possibilidade de usar ether (ETH) como uma forma alternativa de garantia.

Stakers da SNX podem se conectar à plataforma de staking por meio de diversas carteiras de software e hardware, incluindo MetaMask, Ledger e Trezor, além de tornar o processo não custodial.

Detentores de SNX são incentivados a realizar o staking de seus tokens para receberem uma parte da proporção determinada (ou “pro-rata”) das taxas geradas pela atividade na Synthetix.Exchange, com base em sua contribuição à rede.

A negociação na Synthetix.Exchange não exige que o negociador tenha SNX.

Outro incentivo para que detentores realizem o staking ou emitam SNX são as recompensas por staking, que vêm da política monetária e inflacionária do protocolo. Esses tokens SNX são distribuídos semanalmente a stakers qualificados de SNX.

Atualmente, 114 milhões de SNX estão bloqueados na plataforma SNX, com um valor nocional de US$ 1,83 bilhão. No total, quase 245 milhões de tokens entrarão para o fornecimento em circulação, com uma inflação anual e perpétua de 2,5% a partir de 7 de setembro de 2023.

Recompensas por staking são pagas semanalmente, com uma recompensa ajustada pela inflação de 1,35%, por meio dos 73 milhões de tokens restantes em um contrato de distribuição de recompensas por staking.

(Imagem: Synthetix Staking)

Em julho de 2019, uma feed comercial de interface de programação de aplicações (APIs) usado pela plataforma Synthetix começou a notificar um preço errôneo para o par com o won koreano (KRW), apesar de diversas redundâncias e “backups”.

Isso resultou em diversas negociações com lucro de mil vezes, fornecendo mais de US$ 1 bilhão em lucro a usuários em menos de uma hora.

A negociação foi imediatamente interrompida e as partes afetadas concordaram em corrigir as negociações em troca de uma recompensa por “bug-bounty” (ou “caça a bugs”).

SNX também está disponível na rede de segunda camada da ETH, com diversas fases de migração planejadas para os próximos meses. A plataforma de staking informa que há 3,08 milhões de SNX por staking a um rendimento anual de porcentagem (APY) de 16,78%.

Primeira camada é o termo usado para descrever a arquitetura principal e subjacente do blockchain.

Segunda camada é uma estrutura secundária ou um protocolo secundário criados acima de um sistema blockchain existente, em que o objetivo principal é aumentar a velocidade de transações em redes cripto.

Segundo uma publicação no blog da Synthetix, espera-se que a governança da comunidade SNX desvie parte do fornecimento inflacionário e semanal de SNX (atualmente alocado em recompensas por staking de primeira camada) a recompensas de segunda camada.

SNX bloqueados na Synthetix (Imagem: DeFi Pulse)

 

Valor total bloqueado na Synthetix (Imagem: DeFi Pulse)

Estimativas do token SNX no blockchain mostram um aumento significativo tanto no número de transações por dia como nos tamanhos médios de transação nas últimas semanas.

Transações por dia atingiram uma alta recorde de 5,5 mil em 18 de janeiro, em que tamanhos médios de transação atingiram US$ 47 mil em 15 de janeiro. Ambas as métricas podem ser uma consequência da abertura do contrato de staking em segunda camada ao mesmo tempo.

(Imagem: CoinMetrics)

O valor semanal da rede Kalichkin, para estimar a proporção estimada de transações diárias (NVT) no blockchain (linha vermelha), caiu para 75 em 2020.

Uma clara tendência de baixa na NVT sugere que a moeda está subvalorizada com base em sua utilidade e atividade econômica, que pode ser considerada como um indicador positivo de preço.

Endereços semanais ativos aumentaram quatro vezes desde meados de dezembro de 2020, atingindo uma alta recorde de 3.779 em 18 de janeiro.

(Imagem: CoinMetrics)

Em relação à atividade de desenvolvimento, a cona no GitHub da SNX possui 55 repositórios. Houve 312 contribuições no repositório principal no último ano.

Grande parte das moedas usam a comunidade de desenvolvedores do GitHub. Arquivos são salvos em pastas chamadas de “repositórios” ou “repos”.

Alterações a esses arquivos são registradas com “contribuições” (ou “commits”), que salvam um registro das alterações realizadas, além de quando e por quem.

Apesar de contribuições representarem quantidade e não necessariamente qualidade, um grande número de contribuições pode indicar maior interesse e atividade por desenvolvedores.

(Imagem: GitHub/Synthetixio/Synthetix)

Análise técnica

Roteiros de desenvolvimento (“roadmaps”) para futuras movimentações de mercado podem ser encontrados em maiores intervalos de tempo, usando médias móveis exponenciais (MMEs), o perfil de volume do intervalo visível (VPVR), pontos de pivô, a Nuvem de Ichimoku e divergências.

Médias Móveis Exponenciais (MMEs) são um indicador técnico de gráfico que rastreia o preço de um investimento ao longo do tempo.

SNX possui um histórico de negociação limitado e precisa ser analisado em intervalos menores de tempo, e não via gráfico diário. No gráfico de doze horas, a MME de 50 períodos e a de 200 períodos estão cruzadas positivamente desde novembro, resultando em um rali de preço de 230% até agora.

Ambas as MMEs devem ser consideradas como suporte: a MME de 50 períodos a US$ 13,50 e a MME de 200 períodos a US$ 8,50. O preço atingiu a MME de 200 dias pela última vez em dezembro.

Pontos de pivôs são usados para determinar a tendência geral do mercado em diferentes períodos. Assim, se refere à média de alta, baixa e do preço de fechamento do dia anterior de negociação.

O perfil de volume do intervalo visível (VPVR) é um indicador que mostra a atividade de negociação ao longo de um período específico de tempo a certos níveis de preço. Assim, mostra o que foi comprado e vendido a esses níveis atuais.

O suporte de pivôs anuais também está em US$ 14,50, US$ 5,70 e US$ 2,10, com forte suporte do VPVR a US$ 3,36. A resistência superior está no nível psicológico de US$ 20, US$ 25 e US$ 30 com base nos pivôs anuais.

Além disso, uma crescente divergência de baixa se formou nas últimas semanas, com altas superiores no preço e baixas superiores no índice de força relativa (RSI) — que mede a magnitude das recentes variações de preço para avaliar condições de sobrecompra ou sobrevenda —, sugerindo um enfraquecimento no ímpeto de alta.

Em relação à Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”).

A cruz Tenkan, ou linha de conversão, é o ponto médio dos maiores e menores preços de um ativo nos nove períodos anteriores. Já a cruz Kijun, ou linha-base, é usada para gerar sinais de negociação quando cruzada com a Tenkan para os 26 últimos períodos.

A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

No gráfico de doze horas, as métricas de nuvem, com configurações duplicadas (20/60/120/30) para sinais mais precisos, indicam uma alta. O preço à vista está acima da Nuvem, então a Nuvem indica uma alta, assim como as cruzes T/K.

O período de atraso está acima da Nuvem e do preço à vista. A tendência permanecerá em alta enquanto o preço se mantiver acima da Nuvem, atualmente em US$ 10,50. O suporte de Kijun também está em US$ 12,50.

Em relação ao par SNX/BTC, as métricas de tendência de doze horas também estão positivas, pois o preço está acima da MME de 200 períodos e da Nuvem, com o suporte de Kijun em 40 mil sats. “Sats” se referem a satoshis, as menores frações de um bitcoin, ou seja, 0,00000001 BTC.

A resistência superior do pivô anual está entre 60 mil sats e 92 mil sats. O forte suporte, com base em pivôs anuais, na Nuvem, na MME de 200 períodos e no VPVR, está em 35 mil sats. Além disso, não há divergências de alta ou de baixa presentes para sugerir um enfraquecimento no ímpeto de alta.

Parecida com a MakerDAO e sua DAI, Synthetix Network e ativos sintéticos (ou “synths”) se tornaram uma parte integral do ecossistema DeFi.

Uma plataforma dinâmica de staking e três empresas autônomas descentralizadas (DAOs) distintas que gerenciam atualizações do protocolo, tesouraria e parâmetros da plataforma garantem atualizações contínuas e manutenção para os próximos anos.

Métricas do blockchain para SNX mostram um forte aumento na atividade nos últimos meses, coincidindo com um aumento no preço do token a uma alta recorde.

Aspectos técnicos para os pares SNX/USD e SNX/BTC indicam uma tendência positiva, pois os preços estão acima da MME de 200 períodos e da Nuvem diária.

A resistência superior está em US$ 20, US$ 25 e US$ 30, e entre 60 mil e 92 mil sats para os pares SNX/USD e SNX/BTC, respectivamente. Ambos os pares demonstram forte suporte, com base na Nuvem de doze horas, a US$ 12,50 e 40 mil sats, respectivamente.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 08/03/2021 - 14:45

Pela Web