Pools chineses de mineração de bitcoin sofrem mais queda após proibição em Sichuan

19/06/2021 - 11:05
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
A partir deste domingo, pools chineses de mineração vão perder sua dominância? (Imagem: Unsplash/northwoodn)

Um pool de mineração de criptomoedas é um grupo que combina seus recursos computacionais para transmitir um bloco de transações ao blockchain, garantindo a segurança de uma rede.

Grandes pools chineses de mineração de bitcoin (BTC) estão sofrendo quedas na taxa de hashes — poder computacional sendo aplicado à rede — após Sichuan ter ordenado a rede elétrica estatal a cortar o fornecimento de energia de 26 fazendas de mineração como meta inicial.

Dados do site BTC.com mostram que quase todos os 15 maiores pools de mineração de bitcoin, por poder computacional em tempo real, estão passando por uma grande queda na taxa de hashes nas últimas 24 horas.

(Imagem: BTC.com)

Esses pools de mineração — exceto por Foundry Usa, Slushpool e SBI Crypto — ou estão sediados na China ou são uma subsidiária de uma corretora cripto que atenda investidores chineses e clientes de mineração, como Huobi, OKEx e Binance.

Dos cinco principais pools de mineração de bitcoin, Antpool, BTC.com e Poolin estão passando por uma queda entre 10% e 22% na taxa de hashes em tempo real desde ontem (18).

A queda no F2Pool e no ViaBTC parece ser relativamente moderada, com menos de 5%. 1Thash, o pool privado de mineração do Valarhash, passou por uma queda de 46% em 24 horas, com agora apenas cerca de 1 mil petahashes por segundo (PH/s) de taxa de hashes em tempo real.

Quando a empresa de mineração lançou seu próprio pool em 2019, tinha mais de 10 mil PH/s.

Maiores consequências

Agora, a média de 24 horas do poder total de hashing da rede Bitcoin está em 111 exahashes por segundo (EH/s), uma queda do nível de 127 EH/s na média móvel nos últimos sete dias antes da notícia da proibição (18).

A queda na taxa de hashes entre pools chineses de mineração de bitcoin vem após a ordem do governo de Sichuan, exigindo que a rede elétrica estatal suspendesse o fornecimento de energia de 26 fazendas de mineração até este domingo (20).

Também exigiu que fornecedores locais de energia ampliassem sua inspeção e suspendessem outras fazendas de mineração que estejam usando hidroeletricidade fornecida pela Rede Estatal ou diretamente de usinas elétricas menores e privadas.

Ainda veremos se a queda será ainda mais drástica depois de amanhã, por conta do prazo limite de suspensão das 26 fazendas de mineração.

Exceto por essas 26 fazendas — em que grande parte está em parques industriais sancionados pelo governo —, também existe um número significativo de fazendas menores que estão operando fora do radar do governo e da Rede Estatal ao usarem hidroeletricidade gerada de forma privada, ignorado pela Rede Estatal como uma intermediária de distribuição.

A ordem de suspensão em Sichuan surgiu uma semana após o governo de Xinjiang ter orientado que usinas elétricas, na Zona de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Zhundong, fechassem fazendas de mineração até o dia 9 de junho.

Essas medidas são resultado direto de um comentário feito durante a reunião, em maio, do Conselho do Estado Chinês sobre a suspensão de atividades de negociação e mineração de bitcoin.

Clientes de pools chineses de mineração de bitcoin já desligaram suas máquinas em grande escala desde o mandato de Xinjiang em 9 de junho.

Mineradores de bitcoin que, até então, operavam em uma capacidade combinada de 1,9 gigawatt (GW), por meio de energia a carvão na região de Xinjiang, tiveram que encerrar suas operações.

Historicamente, Xinjiang e Sichuan são os dois principais núcleos de mineração de bitcoin na China e a nível mundial por conta de sua abundante energia a combustível fóssil e hidroeletricidade, respectivamente.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 19/06/2021 - 11:05

Pela Web