Reguladora da Malásia ordena que Binance suspenda site e aplicativo no país

30/07/2021 - 12:24
Traduzido e editado por Vitória Tonetti Martini
Binance
As fortes repressões contra a Binance em vários países pelo mundo fizeram com que a empresa elaborasse planos para suspender, no futuro, suas ofertas em determinadas regiões, sendo uma delas a Europa (Imagem: Unsplash/Executium)

A Comissão de Valores Mobiliários (SC, na sigla em inglês) da Malásia ordenou que a corretora cripto Binance suspenda o site e o aplicativo móvel no país. 

Ao anunciar a medida coerciva, nesta sexta-feira (30), a SC disse que a Binance está operando ilegalmente na Malásia, apesar de ter sido incluída na lista de alerta aos investidores em julho do ano passado.

A SC, então, emitiu uma advertência pública contra a Binance Holdings Limited, Changpeng Zhao (CZ) – CEO da empresa –, e três outras entidades: “Binance Digital Limited (registrada no Reino Unido), Binance UAB (registrada na Lituânia) e Binance Asia Services Pte Limited (registrada em Cingapura).”

Todas as quatro entidades foram ordenadas pela SC a desativarem o site da Binance – www.binance.com – e seus aplicativos móveis na Malásia dentro de 14 dias úteis, a partir de 26 de julho. A reguladora disse que Zhao recebeu ordens específicas para garantir que as medidas sejam cumpridas. 

Quando contatada para comentar sobre o assunto, um porta-voz da corretora cripto disse ao The Block: “Estamos cientes da notificação da SC e podemos confirmar que a Binance.com não opera fora da Malásia.”

Com esse comentário, não ficou claro se a Binance.com continuará a ser acessível na Malásia mesmo após a ordem da Comissão. O porta-voz se negou a fazer outros comentários. 

No mês passado, a corretora cripto emitiu um comentário semelhante quando a Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido ordenou que a Binance Markets Limited (BML) – a entidade da Binance no Reino Unido – interrompesse qualquer atividade regulamentada na região.

A ordem da FCA, no entanto, não impactou as ofertas da Binance.com, pois a BML não opera nesse site. A Autoridade britânica tem jurisdição somente sobre a BML, e não sobre outras entidades da Binance. 

A reguladora malaia também ordenou que as quatro entidades da Binance e Zhao suspendessem, imediatamente, quaisquer atividades de mídia e de marketing para investidores malaios e também restringissem que investidores do país tivessem acesso ao grupo da Binance no Telegram. 

“Investidores foram aconselhados a interromper a negociação e os investimentos por meio da DAX [corretora de ativos digitais] ilegal. Aqueles que têm, atualmente, contas na Binance são fortemente encorajados a suspender imediatamente as negociações por meio de suas plataformas e retirar todos seus investimentos imediatamente”, afirmou a reguladora. 

A Malásia se junta à lista de reguladoras globais que recentemente emitiram advertências ou tomaram ações contra a Binance, além de Estados Unidos, Reino Unido, Itália, Japão, Tailândia, Hong Kong, Polônia e Ilhas Cayman

Em meio às repressões regulatórias, a Binance recentemente suspendeu sua oferta de seus tokens acionários.

Hoje (30), a corretora também encerrou a oferta para negociação de derivativos cripto em três países europeus – Alemanha, Itália e Países Baixos. A Binance afirmou que tem planos de encerrar o oferecimento de produtos em toda região europeia no futuro. 

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Tonetti Martini - 30/07/2021 - 12:47

Cotações Crypto
Pela Web