Tether lançará sua stablecoin USDT nos blockchains Polkadot e Kusama

06/04/2021 - 8:08
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Com a integração à Polkadot e Kusama, USDT estará disponível em dez blockchains (Imagem: Crypto Times)

Nesta terça-feira (6), Tether anunciou que irá lançar sua stablecoin — criptomoeda de valor estável — USDT nas redes Polkadot (DOT) e Kusama (KSM).

O cronograma de lançamento ainda não foi determinado, pois a formação dos parachains está pendente, segundo a Tether.

Parachains são blockchains individuais que operam paralelamente no ecossistema Polkadot (Polkadot e Kusama). Podem interagir entre si, bem como com redes externas, como a Ethereum, usando pontes.

Essa flexibilidade ajuda a solucionar problemas de escalabilidade, segurança e interoperabilidade dos blockchains.

USDT será lançada primeiro na Kusama, a rede “prima” e de testes da Polkadot. Kusama ajuda projetos a se prepararem para a implementação na Polkadot. Está desenvolvendo Substrate — um kit de desenvolvimento em blockchain — e possui quase o mesmo código-base que a Polkadot.

Paolo Ardoino, diretor de tecnologia da Tether, disse ao The Block que a stablecoin “poderá ser lançada em um parachain da Statemint logo após que esta estiver disponível”.

Statemint foi apresentada em março por Parity Technologies, desenvolvedora da Polkadot. Irá fornecer funcionabilidade à implementação de ativos, como stablecoins, nas redes Polkadot e Kusama, além de ajudar usuários finais com baixas taxas.

“Esperamos lançar a Statemint nos próximos meses”, afirmou Ardoino. “Mas o roadmap [roteiro de desenvolvimento] ainda não foi finalizado, então tudo está na etapa de planejamento.”

“Também continuamos analisando Kusama”, de acordo com ele. “Kusama irá teoricamente permitir que comecemos a experimentar o suporte à Tether em parachains antes de a Statemint estar oficialmente no ar.”

O lançamento previsto da USDT na Kusama e na Polkadot tornará a stablecoin disponível em dez redes. Atualmente, USDT está disponível na Ethereum, Solana, Algorand, EOS, Liquid Network, Omni, Tron e no Standard Ledger Protocol (do Bitcoin Cash).

Ethereum continua sendo a rede popular para USDT — a maior stablecoin do mundo, cuja capitalização de mercado é de mais de US$ 43 bilhões, segundo dados compilados pelo The Block.

Quase US$ 23 bilhões de USDT foram emitidas na Ethereum, seguida da Tron, com quase US$ 20 bilhões. A stablecoin ainda não tem muita força nas outras redes.

Tether quer que USDT seja a primeira stablecoin na Polkadot. “A Polkadot, com sua estrutura de parachains, tem a capacidade de crescer significativamente nos próximos anos. Esse crescimento será direcionado por seu alto nível de escalabilidade”, explicou Ardoino.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 06/04/2021 - 8:08

Pela Web