Twitter apresenta recurso de “gorjeta” em bitcoin para usuários via Lightning Network

23/09/2021 - 15:42
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Usuários do sistema iOS podem enviar gorjetas em bitcoin a seus “tuiteiros” preferidos desde que esses ativem a opção em seus perfis, conectando uma carteira ou endereço Bitcoin (Imagem: Twitter/Twitter)

Após diversos rumores este mês, a plataforma de rede social Twitter (TWTR34) oficialmente apresentou sua função de gorjetas para todo o mundo — com uma integração ao bitcoin (BTC) incluída por meio da Lightning Network.

O recurso permite que usuários deem gorjetas a criadores que acompanham por meio de serviços externos, como o CashApp, operado pela Square (SQ), empresa de pagamentos fundada por Jack Dorsey, também CEO do Twitter.

No entanto, em uma tentativa de tornar a monetização acessível em locais onde podem não ter acesso a fiduciárias, usuários também podem oferecer gorjetas em bitcoin.

Um componente de bitcoin irá utilizar a Lightning Network, uma solução de segunda camada que, de acordo com a gestora de produtos Esther Crawford, sua equipe selecionou por conta das baixas taxas de transação.

Usuários podem acrescentar sua carteira de bitcoin da Lightning ou seu endereço Bitcoin para permitir o envio e recebimento de gorjetas em bitcoin. Por enquanto, a integração só está disponível para usuários de iOS mas, em breve, também estará liberada para Android, prometeu Crawford.

Twitter testa acréscimo de endereços blockchain
para pagamento entre usuários

No início deste mês, o desenvolvedor de aplicativos para celular Alessandro Paluzzi, vazou uma imagem de um produto de engenharia reversa de software do Twitter, mostrando a versão beta da integração com a Lightning com Tips.

Em uma explicação sobre suas descobertas, ele afirmou que a integração iria usar Strike, aplicativo com foco na Lightning. Um representante do Twitter confirmou ao The Block que a integração utiliza o Strike.

A equipe de produtos do Twitter ainda está analisando formas de permitir que pagamentos sejam feitos em diversos países, mas o uso do bitcoin como gorjeta mitiga essa decisão, de acordo com Crawford:

Queremos que todos tenham acesso a modos para serem pagos em moedas digitais, encorajando mais pessoas a participarem da economia e ajudar pessoas a enviar dinheiro entre si, além-fronteiras e com menos atrito possível para nos ajudar nesse objetivo.

Na época, o Twitter não havia formalmente confirmado as descobertas de Paluzzi, mas o desenvolvedor de produtos Kayvon Beykpour havia recompartilhado o tuíte de Paluzzi com um emoji de raio (em referência à Lightning Network) e outro emoji de “em breve”.

Beykpour também estava presente na conferência de imprensa desta quinta-feira (23) e afirmou que o foco do Twitter será transformar “fãs em fundos” no futuro. Esses recursos são principalmente focados no desenvolvimento do Twitter como uma plataforma que empodera criadores.

Paluzzi também havia postado uma captura de tela, mostrando interfaces que permitem que usuários acrescentem seus endereços Ethereum a seus perfis.

O lançamento de hoje inclui uma integração Lightning/Strike. Não houve menção à Ethereum, mas Crawford disse que o Twitter continuará explorando integrações cripto em todos os seus produtos:

Existe muito entusiasmo e diálogo internos sobre como podemos integrar cripto ao longo desses diferentes recursos de monetização”, afirmou Crawford. “Existem outras opções possíveis que não temos hoje, mas estamos abertos para explorá-las.

Tokens sociais e o futuro da criação
de conteúdo na internet

Considerando NFTs

Como NFTs se referem a ativos exclusivos e raros, usuários que tiverem comprado um CryptoPunk, por exemplo, poderão ter um emblema em seu perfil que evidencia que realmente compraram aquele NFT (Imagem: Freepik)

O Twitter também está explorando ferramentas desenvolvidas em blockchain, fora do escopo de monetização.

Crawford compartilhou que a equipe também está nos estágios iniciais de um estudo sobre autenticação de tokens não fungíveis (NFTs).

Usuários poderiam conectar diretamente suas carteiras cripto a suas contas no Twitter para comprovar a governança de uma obra de arte. Isso comprovaria autenticidade e é provável que a integração também contenha um tipo de explicação da procedência do NFT, de acordo com Crawford.

É importante mencionar que o Twitter está nas fases iniciais de seu projeto NFT. Os aspectos visuais da autenticação — como um emblema que pode aparecer no perfil do dono de um NFT ou um avatar NFT que contenha uma forma diferente — ainda precisa ser determinado.

“Estamos interessados [em NFTs] e evidenciar, visualmente, que é um avatar autenticado e, em seguida, fornecer informações interessantes e percepções sobre a procedência daquele NFT, então é onde estamos hoje”, afirmou Crawford.

Outras funcionalidades que não envolvem cripto, como filtros em tempo real para manter o respeito durante debates, bem como comunidades moderadas pelos usuários, estão prestes a serem apresentadas, segundo a equipe de produtos.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 23/09/2021 - 15:42

Cotações Crypto
Pela Web