Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Credoras cripto: quem fornece os melhores rendimentos para empréstimos?

10/11/2020 - 11:57
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Confira uma panorama geral sobre diversas plataformas de empréstimo cripto e os rendimentos que fornecem (Imagem: BlockFi)

Com o crescimento de aplicações, empréstimo cripto, corretoras de margem e criptomoedas passíveis de staking no setor de finanças descentralizadas (DeFi) nos últimos anos, pode ser difícil saber quais são os melhores rendimentos para seu capital inativo.

Após o guia da Brave New Coin (BNC) sobre como obter e aumentar seu rendimento com bitcoin e demais criptoativos via “yield farming”, este artigo analisa as principais plataformas de empréstimo cripto e as diferentes taxas de juros fornecidas.

Primeiro, é importante entender a diferença entre “conceder empréstimo de cripto” e “tomar cripto emprestado”.

Se você está concedendo empréstimos nos cenários abaixo, você está emprestando seus ativos às plataformas mencionadas com a expectativa de que você ganhará juros sobre seus criptoativos.

Seu objetivo é obter a quantia original de volta, com juros obtidos. Este artigo não explora a tomada de cripto emprestado — em que você compraria tomaria ativos (ou fiduciárias) emprestado de uma plataforma, os quais você precisaria pagar de volta — com juros obtidos.

Como funcionam os empréstimos com cripto
no setor de finanças descentralizadas (DeFi)?

Qual é a melhor plataforma de empréstimos cripto é uma questão em aberto — cada uma tem sua própria abordagem e seus próprios processos — mas, com certeza, taxas de juros anuais pagas são um bom ponto de partida.

Todas as taxas de juros foram registradas no dia 9 de novembro de 2020 e estão sujeitas a mudança.

Compound é uma das plataformas cripto mais conhecidas na concessão de empréstimo (Imagem: Crypto Times)

1) Empréstimo DeFi

A demanda por tomada de empréstimo no mundo DeFi é um resultado tanto da negociação em margem em corretoras descentralizadas como da tomada de empréstimo em aplicações DeFi.

A oscilação constante de oferta e demanda nessas aplicações resulta em rendimentos bem voláteis.

Já que grande parte das aplicações DeFi acontecem na rede Ethereum, a tomada e a concessão de empréstimos principalmente consiste de tokens padrão ERC-20 e wrapped bitcoin (wBTC), que é um token pareado em proporção 1:1 com o bitcoin. O modelo de negócios das plataformas pode diferir.

Plataformas de empréstimos DeFi

Taxas de juros de plataformas de empréstimos DeFi

2) Empréstimo centralizado

Além de empréstimos DeFi, também existem muitas empresas centralizadas que emprestam cripto.

Já que a origem dos empréstimos acontece de forma centralizada com essas empresas, as taxas de juros geralmente são mais estáveis, pois a credora estabelece a taxa em vez de deixar o mercado influenciar.

Geralmente, taxas de juros em plataformas centralizadas de empréstimos são mais altas do que em outras plataformas, algo atrativo para mutuantes (aqueles que concedem o empréstimo).

Taxas de juros de plataformas centralizadas de empréstimos

3) Staking de cripto

“Staking” não deve ser confundido com concessão de empréstimos, mas é importante apresentar as diversas taxas que podem ser obtidas via staking de criptomoedas.

Stakers são recompensados por ajudar na segurança de uma rede blockchain específica e receber pagamentos por taxas de transação e novas modas emitidas.

Geralmente, pagamentos por staking são pagos na mesma criptomoeda que é posta em staking, o que pode ser uma faca de dois gumes de alto rendimento por staking, pois muitas novas moedas estão sendo criadas, o que é algo inflacionário.

Taxas de juros pelo staking de cripto

Taxas de staking têm impacto sobre o preço de um token?

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/11/2020 - 11:57