Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Estrada da recuperação do Brasil é esburacada, mas com tráfego livre

20/10/2017 - 12:28

Estradas

Não existe recuperação sem volatilidade. É assim que os analistas do Morgan Stanley respondem aos questionamentos sobre a saúde da retomada econômica no Brasil. Eles continuam com perspectiva positiva para o crescimento do país.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

A melhora no mercado de trabalho, a continuidade da queda nos juros e o menor endividamento das famílias fundamentam o otimismo do banco americano.

“A recuperação está no caminho certo e mais solavancos na estrada não devem surpreender ninguém”, avalia a instituição financeira, em nota a clientes.

Nos últimos dias, novos dados sugeriram fraqueza no ritmo de recuperação. Após dois meses seguidos de crescimento, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) caiu 0,38% na passagem de julho para agosto. E o volume de vendas do comércio varejista avançou 3,6% em agosto na comparação com o mesmo mês em 2016, abaixo da expectativa de salto de 4,4%.

Especificamente sobre as vendas do varejo, o Morgan Stanley lembra que houve mudanças de metodologia realizadas de janeiro em diante, prejudicando a base de comparação anual.

Apetite por Brasil

Nesta sexta-feira (20), o risco-país do Brasil recuou e atingiu sua mínima em 2017. Segundo a Bloomberg, o CDS de cinco anos chegou a ser negociado a 170,836 pontos. O Credit Default Swap é uma espécie de seguro contra o calote de dívidas públicas ou privadas. Quanto maior a pontuação, maior é o risco atribuído ao tomador de recursos.

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:53

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto