Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

O que está direcionando o preço do bitcoin?

28/10/2020 - 13:55
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Conforme o preço do bitcoin atinge níveis nunca antes vistos desde janeiro de 2018, uma análise de três principais direcionadores de preço mostra que todos os três são tendências macro a longo prazo, apoiando a narrativa de uma tendência positiva e estável (Imagem: Unsplash/@silverhousehd)

O preço do bitcoin (BTC) disparou para US$ 13,1 mil após a notícia de que a gigante empresa de pagamentos eletrônicos PayPal entrará para o mercado cripto.

PayPal é o mais novo acréscimo à lista de fintechs tradicionais que fornecem soluções para os curiosos sobre cripto que, agora, inclui Square, Robinhood e Revolut.

Muitos do mercado consideraram o anúncio como a grande estreia do bitcoin após dez anos desde sua criação.

(Imagem: BNC/BLX)

Muitos acreditam que este seja o início da próxima “bull run” dos criptoativos, pois o preço do bitcoin está atingindo níveis nunca atingidos desde janeiro de 2018, e o restante do mercado cripto também está crescendo.

Neste artigo, apresentamos o primeiro de três fatores que podem ser a força motriz por trás dos preços no setor de criptoativos a curto prazo. Cobrem amplas narrativas tradicionais de regulamentação, condições externas de mercado e novas tecnologias.

1. Nova utilidade: PayPal apresenta uma plataforma para a negociação de cripto

Em um comunicado de imprensa, PayPal declarou que tem planos de “aumentar significativamente a utilidade da criptomoeda ao torná-la disponível como uma fonte de financiamento para aquisições a seus 26 milhões de comerciantes em todo o mundo”.

A publicação explica que, a partir de 2021, clientes do PayPal poderão converter instantaneamente seu balanço em criptomoedas em moedas fiduciárias, sem taxas adicionais.

Quando o serviço estiver disponível, usuário poderão comprar, vender e armazenar bitcoin (BTC), ether (ETH), bitcoin cash (BCH) e litecoin (LTC).

Para comerciantes, já que todas as transações serão firmadas em fiduciárias, não haverá integrações ou taxas adicionais e continuarão a ser cobrados pelas taxas atuais do PayPal.

O aumento de preço das criptomoedas disponíveis no PayPal (Imagem: BNC)

Dan Schulman, CEO do PayPal, disse que uma migração para criptomoedas é inevitável, pois fornecem visíveis vantagens da inclusão financeira e o acesso; eficácia, velocidade e resiliência do sistema de pagamentos; e a capacidade de governos poderem distribuir fundos a cidadãos de forma rápida.

PayPal permite que criptomoedas sejam usadas como uma fonte de financiamento para o comércio digital, mas usuários não poderão sacar seus ativos para endereços externos de blockchain.

Quando as moedas forem adquiridas, só poderão ser vendidas ou usadas na aquisição de bens de mercadores que fazem parte do ecossistema do PayPal. Sim, você poderá comprar cripto usando PayPal, mas não poderá enviar esses ativos para sua carteira pessoal.

PayPal possui 346 milhões de contas ativas em todo o mundo e essa integração abre as portas para uma grande exposição do varejo ao setor cripto.

Embora alguns da comunidade cripto se mostraram indiferentes à notícia devido à abordagem restritiva do PayPal, mercados reagiram positivamente ao anúncio.

Criptoativos fornecem um meio eficaz de transferir dinheiro pela internet e têm vantagens sobre fiduciárias porque sua economia é controlada por uma rede descentralizada que possui um conjunto transparente de regras.

No futuro, o serviço do PayPal eliminará dois obstáculos que atrapalham o uso de criptoativos no varejo: converte essas criptos em uma forma que será utilizável por grande parte dos pagamentos on-line de varejo, além de fornecer aos comerciantes uma forma de começar a aceitar pagamentos em cripto.

Confira os outros dois direcionadores de preço: Bitcoin atrai grandes compradores e Ethereum 2.0 vem aí?

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 28/10/2020 - 14:22