China ordena que bancos parem de atender comerciantes de balcão de criptomoedas

21/06/2021 - 8:32
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Qualquer pessoa que realizar transações cripto terá suas contas encerradas e os bancos irão notificar o problema às autoridades competentes (Imagem: Crypto Times)

Em sua mais recente tentativa de reprimir de atividades de negociação cripto, o banco central da China exige que bancos nacionais suspendam canais de recebimento de dinheiro de investidores de mercado de balcão (OTC, na sigla em inglês) de cripto.

Um mercado de balcão (OTC) é um mercado descentralizado, onde participantes negociam ações, commodities, moedas ou outros instrumentos diretamente entre duas partes, sem a necessidade de uma corretora central e de forma totalmente eletrônica.

Como as negociações em mercado de balcão
impactam o preço do bitcoin?

Nesta segunda-feira (21), o Banco do Povo da China (PBoC) emitiu uma declaração, afirmando que, recentemente, havia convocado uma reunião com diversos bancos locais e fornecedores de serviços de pagamento móvel.

Incluíram o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC), o Banco Agrícola da China (ABC), o Banco de Construção da China (CBC), o Banco Postal da China, o Banco Industrial, além do aplicativo de pagamento móvel AliPay.

O PBoC disse que atividades especulativas de negociação cripto abalaram severamente o equilíbrio do sistema financeiro da China, criando o risco de saída de capital ilegal pela fronteira e de lavagem de dinheiro.

Reiterou sua postura de 2017 de que nenhuma instituição financeira deva fornecer serviços bancários ou de liquidação a transações que envolvam criptomoedas.

O PBoC acrescentou que bancos devem verificar se algum negociador OTC está usando seus serviços para fornecer conversões de fiduciária para cripto (“on-ramp”) ou vice-versa (“off-ramp”), de ponto a ponto, para negociadores chineses.

“As instituições devem imediatamente suspender seus canais de pagamento e recebimento de dinheiro”, afirmou o banco central.

O banco central também ordenou que os participantes da reunião melhorassem seus algoritmos internos de monitoramento para analisar melhor as características de transações relacionadas a cripto.

Logo após a declaração do PBoC, o ICBC, ABC, CBC e AliPay emitiram um comunicado bem parecido, afirmando que, se qualquer usuário que estiver realizando transações cripto terá suas contas encerradas e os bancos irão notificar o problema às autoridades competentes.

O preço do bitcoin (BTC) caiu abaixo dos US$ 34 mil logo após o ABC publicar o — agora deletado — anúncio. Após a declaração oficial do PBoC, o preço do bitcoin despencou para US$ 32 mil.

Desde que o PBoC proibiu ofertas iniciais de moeda (ICOs) em 2017 e suspendeu canais “on-ramp” para corretoras cripto, muitas das maiores plataformas migraram para livros de oferta só de cripto para cripto.

Como consequência, investidores chineses de criptomoedas estavam dependendo de comerciantes de OTC para converter fiduciária em cripto de ponto a ponto.

Por exemplo, o Usuário A enviaria criptoativos para o Usuário B após o Usuário B transferir uma quantia equivalente de yuan chinês por meio de um aplicativo de pagamentos móveis ou transferência bancária.

Parece que a medida mais recente tem métodos de recebimento de dinheiro como alvo, a fim de evitar que o yuan chinês entre para os mercados cripto.

Amplas medidas repressivas da China em relação a cripto

A nova medida do PBoC surge após a reunião do Conselho Estatal em maio, que mencionou a ampliação de repressão às atividades de negociação e de mineração de bitcoin.

Após o comentário do governo central, agências governamentais provinciais e municipais na Mongólia Interior, Xinjiang, Qinghai e Sichuan emitiram ordens para que suas redes elétricas locais suspendessem o fornecimento de energia para fazendas de mineração de bitcoin.

No início deste mês, quase dois gigawatts de capacidade energética, que esteve alimentando máquinas de mineração de bitcoin em Xinjiang, foram desligados.

Sichuan tomou uma decisão parecida ao fechar 26 fazendas de mineração de bitcoin como meta inicial e ordenou que usinas elétricas locais expandissem suas inspeções.

A taxa de hashes total da rede Bitcoin caiu mais de 30% desde as ordens de fechamento nos dois maiores núcleos de mineração nacionais, colocando pressão sobre mineradores chineses para que ou desistam da mineração ou migrem para o exterior.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 21/06/2021 - 11:00

Cotações Crypto
Pela Web