Entenda o que realmente está acontecendo com mineradoras de bitcoin em Yunnan

14/06/2021 - 11:42
Traduzido e editado por Vitória Tonetti Martini
Apesar de o governo da província de Yunnan não ter banido a mineração cripto até o momento, o Departamento de Energia de Yunnan confirmou que está exigindo a realização de inspeções completas em fazendas de mineração de bitcoin (Imagem: Freepik/www.slon.pics)

Na última sexta-feira (11), uma captura de tela de um suposto documento do governo da China gerou confusão sobre um provável banimento de mineração de bitcoin (BTC) na província chinesa de Yunnan

O site de notícias Forkast foi o primeiro a informar que Yunnan iria banir mineradoras cripto locais, seguindo as iniciativas das províncias de Xinjiang e Mongólia Interior, e citou a captura de tela de um documento que aparentava ser do Departamento de Energia de Yunnan.

A CoinDesk também noticiou a situação, citando o artigo do site Forkast como fonte. 

Mais tarde, os dois sites de notícias revisaram e corrigiram seus informes iniciais, devido à crença na possibilidade de o documento ter sido falsificado, pois seu formato não estava condizente com os documentos autênticos do governo chinês.

A CoinDesk também publicou outro artigo para esclarecer que Yunnan não baniu a mineração cripto.

No entanto, a realidade parece ter mais nuances do que foi apresentado. 

Fazendas de mineração de bitcoin estão sendo inspecionadas 

Embora o formato do suposto documento pareça estar inadequado, não é impossível, no entanto, que a essência da captura de tela esteja retratando o que está acontecendo em Yunnan. 

No sábado (12), o China Star Market, um portal de notícias sobre negócios comandado pela estatal Shanghai United Media Group, disse em um alerta de notícias que o Departamento de Energia de Yunnan confirmou que está exigindo dos departamentos de energia subordinados na província a realização de inspeções completas em fazendas de mineração de bitcoin até o final de junho. 

Na verdade, o alerta de notícias do China Star Market também era idêntico à essência da captura de tela que estava em circulação na sexta-feira, porém o portal de notícias não especificou se a captura de tela era autêntica ou não.  

Comunicados China
Na esquerda, um documento não relacionado, porém autêntico do Departamento de Energia de Yunnan e, na direita, o comunicado que estava circulando na semana passada (Imagem: The Block)

Nem o China Star Market nem a captura de tela em circulação mencionaram exatamente que a província de Yunnan estava pronta para impor a proibição total na mineração de bitcoin.

O informe do China Star Market dizia que o Departamento de Energia de Yunnan estava exigindo de departamentos subordinados a inspeção das fazendas e, então, o fechamento ou a retificação de fazendas de mineração de BTC que estivessem usando hidroeletricidade de forma não autorizada.

Isso inclui usinas de energia que estejam fornecendo energia a essas fazendas de mineração cripto, sem pagarem uma parcela de seus lucros ao governo. 

Essa prática é muito comum, porém estranha em Yunnan e em Sichuan, onde usinas de energia fornecem hidroeletricidade diretamente às fazendas de mineração cripto, sem passar pela rede de energia.

Isso reduz os custos de operação de fazendas de mineração de bitcoin, ao evitar que essas tenham de compartilhar seus lucros ao “State Grid” e ao governo local. 

Resta saber qual será o próximo passo, que deverá acontecer após o Departamento de Energia finalizar a inspeção do uso não autorizado de energia por fazendas de mineração de bitcoin. 

A província de Yunnan, juntamente com Sichuan, são os dois principais locais de mineração de bitcoin alimentados por hidroeletricidade.

No entanto, nenhuma delas emitiu qualquer medida concreta sobre o futuro da mineração cripto em suas regiões, após o comentário do Conselho de Estado sobre a repressão às atividades de negociação e mineração de bitcoin. 

Anteriormente, foi relatado que a grande ambição por neutralidade em emissões de carbono estava por trás do comentário do Conselho de Estado. Isso, provavelmente, levou à ação rápida vista nas regiões de Xinjiang e Mongólia Interior, que funcionam à base de combustíveis fósseis.

A província de Xinjiang ordenou que mineradores cripto em seu Parque de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Zhundong parem suas operações.

Já a Mongólia Interior, que já havia exigido o fechamento de mineradoras cripto, emitiu um comunicado com uma série de consequências, caso as  mineradoras de criptomoedas não obedeçam. 

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Tonetti Martini - 14/06/2021 - 11:42

Pela Web