Hashdex anuncia detalhes de ETHE11, seu próximo ETF a ser lançado na B3

10/08/2021 - 14:30
ETHE11 será o terceiro ETF da gestora, seguido de HASH11 e BITH11, e o quinto fundo de índice cripto lançado no Brasil (Imagem: Unsplash/executium)

Hashdex, a maior gestora de criptoativos da América Latina, anunciou o lançamento de seu mais novo fundo de índice (ou ETF, na sigla em inglês), agora com 100% de exposição ao criptoativo ether (ETH), para a quarta-feira que vem (18).

Ether é a segunda maior criptomoeda do mercado, com uma capitalização de mercado — quantidade de ativos em circulação no mercado — de quase US$ 360 bilhões.

Aprovado pela CVM em julho, o produto Hashdex Nasdaq Ethereum Reference Price Fundo de Índice (ETHE11) vai espelhar um fundo estrangeiro chamado Hashdex Nasdaq Ethereum ETF.

Ontem (9), a gestora finalizou a primeira emissão de cotas, com a coordenação da XP, Itaú BBA e Banco Genial. A taxa de administração do ETHE11 será de 0,7%.

O período de reserva começou e investidores têm até sexta-feira (13) para garantir as primeiras cotas do ETHE11. A previsão é que, no dia da listagem na B3 (18), a aplicação inicial por cota seja acima de R$ 50.

Em um comunicado de imprensa compartilhado com o Crypto Times, Samir Kerbage, CTO da Hashdex, justifica a criação do ETF de ether:

Ethereum é uma das principais plataformas que servem como base para uma nova evolução da internet, a chamada Web 3.0. O seu token, o ether, é o combustível que move essa nova internet e tem um grande potencial de valorização à medida que a tecnologia evoluir e sua adoção aumentar.

O ETHE11 é um produto que vai dar acesso a essa oportunidade geracional de investimento de forma simples, segura e regulada para qualquer pessoa, desde o pequeno investidor (pessoa física) até o grande institucional.

Lembrando que, no geral, ETFs são negociados em bolsa como se fossem a ação de uma empresa e ajudam investidores — que, no caso do mercado cripto, podem não ter conhecimento técnico para abrir conta em uma corretoracriar uma carteira digital ou acompanhar constantemente esse mercado — a se exporem indiretamente a esses ativos para não perderem o “bonde” da inovação.

ETHE11 será o terceiro ETF a ser listado pela Hashdex na B3, seguido do HASH11, o primeiro fundo de índice cripto do Brasil, que acompanha o desempenho das principais criptomoedas do mercado, e BITH11, fundo que busca neutralizar as emissões de carbono da mineração de bitcoin (BTC).

Na próxima semana, o Brasil contará com cinco ETFs de cripto, por ordem de lançamento: HASH11, QBTC11, QETH11, BITH11 e ETHE11.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/08/2021 - 14:42

Cotações Crypto
Pela Web