Agora, é a vez da oferta por placas de vídeo para a mineração de bitcoin disparar

07/07/2021 - 9:10
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Placas de vídeo eram um item caríssimo na internet por conta da alta demanda mas, agora, após a repressão da China, estão sendo vendidas a preços mais baixos por mineradores locais (Imagem: Unsplash/nanadua11)

Mineradores chineses de criptomoedas começaram a se desfazer de suas placas de vídeo (GPUs) no mercado secundário após a repressão à atividade de mineração pelo governo da China.

No último um mês e meio, houve um crescente número de novas publicações sobre vendas de diversos GPUs em Xianyu, que é um dos maiores aplicativos comerciais na China para a venda de bens usados. É pertencente à Alibaba.

O vídeo abaixo mostra uma dessas publicações, junto com dezenas de anúncios parecidos, como recomendações, no fim da página. Grande parte desses anúncios está sendo publicada desde maio.

Apesar de o comentário de repressão do Conselho do Estado da China ter sido especificamente sobre atividades de negociação e mineração de bitcoin (BTC), governos provinciais tiveram, como alvo, o amplo setor de mineração, e ordenaram que usinas elétricas suspendessem o fornecimento para fazendas de “mineração de moedas virtuais” — fazendo com que a oferta por máquinas disparasse.

Como resultado, fazendas de mineração que utilizam placas de vídeo também foram afetadas, apesar de consumirem bem menos energia do que grandes operações de mineração.

É importante destacar que a taxa de hashes — o poder computacional usado para minerar novos blocos — da Ethereum também caiu em mais de 20% desde o comentário repressivo em maio, pois muitas fazendas de mineração encerraram suas operações.

Muito do poder de hashing da rede Ethereum dependia de placas de vídeo, bem como de máquinas com chips de circuitos integrados de aplicação específica (ASICs) por conta do algoritmo de consenso Ethash.

Embora nem todos os vendedores em Xianyu tenham dito que são mineradores cripto, a foto de suas estantes repletas de placas de vídeo revelam suas operações.

Os preços cotados nessas vendas podem variar significativamente entre si, pois todas são placas de vídeo usadas.

Porém, é uma situação completamente contrária ao mercado em fevereiro, quando a oferta por placas de vídeo para desktop era tão baixa que forçou mineradores de ether (ETH) a recorrer a notebooks gamers com placas de vídeo já embutidas (fazendo com que o preço disparasse).

Queima de estoque de GPUs

Por exemplo, uma pessoa está tentando vender uma remessa de placas de vídeo RTX 3060 de diversas marcas, com uma faixa de preço inicial entre 2,2 mil e 2.899 yuans (US$ 336 e US$ 450) cada.

Porém, o vendedor abaixou para 1.760 yuans (US$ 270) após mais de 60 possíveis compradores terem enviado propostas de preço bem menores.

“Só posso aceitar uma negociação pessoalmente por uma compra de um grande lote e pode ser negociado apenas depois que a fazenda estiver completamente esvaziada”, disse o vendedor na publicação, com uma foto de uma fazenda de mineração.

Outro vendedor de placas de vídeo, que publicou um anúncio nos últimos 30 dias, também disse que GPUs da série RTX 30 estão à venda com 50% de desconto, mas compradores devem buscá-las em uma usina elétrica próxima do rio Yarlung Tsangpo.

Um terceiro vendedor publicou um anúncio há um mês, tentando liquidar uma estante de laptops de jogos, com GPUs integrados, por US$ 1 mil cada.

Porém, vários usuários comentaram na publicação que, mesmo se o preço de venda estivesse muito alto, só poderiam comprá-la a um preço abaixo de US$ 461 cada.

Algumas empresas ainda podem estar minerando

Ao mesmo tempo, existe um sinal de que algumas fazendas menores de mineração de bitcoin em Sichuan ainda estão operando, com energia fornecida diretamente de hidrelétricas.

Nos últimos 30 dias, houve pelo menos dois vendedores que anunciaram seus serviços de hospedagem de mineração de bitcoin em Xianyu, com um preço de venda para eletricidade de 0,37 yuan (ou US$ 0,057 por kilowatt/hora).

“O fornecimento de energia está disponível caso você ainda esteja vendo este anúncio”, explicou o dono na descrição. “É diretamente fornecida por usinas elétricas. Espere por equipamentos melhores do que Antminer S9 — como T17 — da Bitmain; M20, M21s da WhatsMiner; T2 da InnoSilicon etc.”.

Um segundo fornecedor de hospedagem de serviços, que está na busca por clientes de mineração, disse que a instalação foi construída dentro de sua usina hidroelétrica.

Esse modelo de fornecimento direto sempre foi uma prática comum, mas não muito comentada nas províncias chinesas “hidro” de Sichuan e Yunnan, pois ignora a Rede Estatal da China como intermediadora da distribuição de energia.

Já que Sichuan enviou uma ordem para que a Rede Estatal suspendesse o fornecimento de energia para instalações reguladas que mineram bitcoin na província, algumas usinas privadas de energia começaram a vender sua infraestrutura em Xianyu.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 07/07/2021 - 9:10

Cotações Crypto
Pela Web