Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Tempo Real: Wall Street mais fraco não afeta Ibovespa, que estende ganhos do pregão passado

05/08/2022 - 6:30
Ibovespa
Acompanhe o Ibovespa e os mercados em Tempo Real. (Imagem: Reuters/Amanda Perobelli)

Boa tarde, investidor!

MERCADOS HOJE: O Ibovespa (IBOV) conseguiu se proteger mais uma vez do movimento fraco nos mercados americanos e fechou em alta nesta sexta-feira (5), estendendo os ganhos do pregão passado.

O índice de referência da B3 (B3SA3) terminou o dia com valorização de 0,47%, a 106.387,33 pontos, segundo dados preliminares.

Confira os principais temas do Ibovespa e dos mercados hoje em tempo real. Veja os destaques:

Bitcoin (BTC) caminha para fechar o dia acima de US$ 23 mil; Ether (ETH) recupera perdas da semana

Bitcoin (BTC) caminha para fechar o dia em recuperação diária de pouco mais de 2%, segurando em seu suporte de US$ 23 mil. Todavia, nesta sexta-feira (5), a criptomoeda acumula uma variação semanal negativa de 2,78%. Leia mais

Santander pagará R$ 1,7 bilhão em JCPs

Santander (SANB11) aprovou o pagamento de R$ 1,7 bilhão em juros sobre o capital próprio, mostra documento enviado ao mercado nesta sexta-feira (5).

Leia mais

NY: S&P 500 e Nasdaq registram ganhos semanais; Dow Jones sai perdendo

Os índices acionários de Nova York encerraram a sexta-feira (5) sem direção única, com virada de última hora para o Dow Jones que pegou carona nas ações do JPMorgan (JPM) e da Chevron (CVX).

Às 17h, o Dow Jones ganhou 0,23%, o S&P 500 recuou 0,16% e o Nasdaq perdeu 0,50%.

Leia mais.

Ibovespa (IBOV): Mercado repercute resultados trimestrais; BBDC4 sobe 1,2% e ALPA4 despenca 13,5%

Ibovespa (IBOV) estendeu os ganhos do último pregão e fechou em alta de 0,55% nesta sexta-feira (5), marcando 106.471,92 pontos.

Os papéis do setor de óleo e gás, bem como mineradoras e siderúrgicas, ajudaram a manter o índice no campo positivo.

Veja mais destaques.

Dividendos: A melhor ação para comprar agora, segundo levantamento com 21 analistas

Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3PETR4) empataram como as pagadoras de dividendos favoritas dos analistas do mercado para agosto.

As ações das companhias receberam 12 indicações nas carteiras recomendadas mensais, segundo levantamento realizado pelo Money Times com 21 corretoras.

Leia mais

Fluxo blinda real de pressão externa e dólar zera alta na semana
Exclusivo: A small cap mais recomendada da Bolsa, segundo 13 analistas

Levantamento do Money Times mostrou as small caps mais indicadas pelos analistas.

Leia mais

Índice de fundos imobiliários fecha sessão com alta de 0,22%

Mais informações em breve.

NY: S&P e Nasdaq encerram no vermelho; JPMorgan (JPM) e Chevron (CVX) salvam Dow Jones

Aguarde mais informações.

Ibovespa (IBOV): Wall Street mais fraco não afeta índice, que estende ganhos do pregão passado

Ibovespa (IBOV) conseguiu se proteger mais uma vez do movimento fraco nos mercados americanos e fechou em alta nesta sexta-feira (5), estendendo os ganhos do pregão passado.

O índice de referência da B3 (B3SA3) terminou o dia com valorização de 0,55%, a 106.471,92 pontos.

Com isso, o Ibovespa marca sua terceira semana seguida de alta. No acumulado dos últimos cinco pregões, o índice avançou 3,2%.

Leia mais

BTG reduz preço-alvo de Méliuz (CASH3), de R$ 3,30 para R$ 2,00

Aguarde mais informações. 

Petróleo cai cerca de 7% na semana e preço negociado volta a ser o mesmo de fevereiro

Brent e WTI operam em alta moderada, rompendo o fechamento negativo de dois pregões consecutivos. Mas a recuperação de hoje, no patamar de 1% para ambas as referências, não chega perto do acumulado de perdas da semana, que somam cerca de 7%.

Leia mais.

Confira os fundos imobiliários mais recomendados para agosto, segundo 12 corretoras

Bresco Logística (BRCO11) e o CSHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11) foram os fundos imobiliários (FIIs) mais recomendados para agosto, mostra levantamento feito pelo Money Times com base no portfólio de 12 corretoras.

Leia mais

Alexandre de Moraes nega pedido de arquivamento de inquérito contra Bolsonaro

O ministro do STF Alexandre de Moraes negou pedido feito pela Procuradoria-Geral da República de arquivamento de inquérito contra o presidente Jair Bolsonaro

Veja mais

O risco da tese da Sanepar (SAPR11) que impede a recomendação de “compra” por analistas

De acordo com o BTG Pactual (BPAC11), a Sanepar é o nome mais barato dentro do setor de saneamento brasileiro, negociando a 0,52 vez EV/RAB (valor da empresa sobre base de ativos regulatória).

Porém, o banco tem recomendação “neutra” e preço-alvo para os próximos 12 meses de R$ 28.

Entenda por quê.

Petróleo reduz alta, com WTI se mantendo abaixo dos US$ 90. Brent é negociado em US$95.

Aguarde mais informações.

Lojas Renner (LREN3) é a melhor varejista da Bolsa? Empresa tem 2T22 sensacional, dizem analistas

Os resultados do segundo trimestre de 2022 apresentado pela Lojas Renner (LREN3) agradou analistas da XPGenial BTG.

XP Investimentos aponta que os resultados foram próximos às estimativas e bem acima do consenso. A corretora recomenda compra para o papel, com preço-alvo de R$ 32.

Para a Genial Investimentos, “a varejista mandou um trimestre sensacional para o mercado”. A recomendação também é de compra, com preço-alvo de R$ 34.

BTG Pactual destaca que, como esperado, os números apresentaram uma grande melhora em relação ao primeiro trimestre e recomenda compra, com LREN3 sendo negociado a 17x P/E 2023.

Leia mais

Alpargatas (ALPA4) despenca 13% após balanço do 2T22; XP ainda recomenda compra das ações

Alpargatas (ALPA4) despencava 13,45%, a R$ 19,37, por volta das 14h00 do pregão desta sexta-feira (5), após divulgação do balanço do segundo trimestre de 2022.

Na visão da XP Investimentos, a Alpargatas divulgou “resultados mistos” entre abril e junho, levemente acima das expectativas.

Leia mais.

Ibovespa avança 1,11%, aos 107,0 mil pontos

O Ibovespa (IBOV) subia nesta sexta-feira (5), caminhando para a quarta alta seguida, com agentes financeiros analisando dados mais fortes do que o esperado sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos e balanços corporativos no Brasil, entre eles o do Bradesco (BBDC4).

Por volta das 14h, o principal índice da Bolsa brasileira avançava 1,00%, aos 106,9 mil pontos. Na véspera, o Ibovespa subiu 2,04%, a 105,8 mil pontos, com apostas de que o Copom pode ter encerrado ou finalizará em breve o ciclo de alta de juros no país. Leia mais.

Altas e baixas do Ibovespa: MRFG3 lidera enquanto BRKM5 reverte perdas; ALPA4 recua mais de 8%

As ações da Marfrig (MRFG3) lideram as altas do Ibovespa, com ganhos de 5,03%, enquanto o mercado ainda aguarda os resultados do segundo trimestre da companhia. O mesmo é o caso de IRB Brasil (IRBR3), que sobe 3,14%.

Ainda no agronegócio, SLC Agrícola (SLCE3) opera entre ganhos de 2,45%.  BRF (BRFS3) vem em seguida, com valorização de 1,56%.

Leia mais.

Itaú BBA apresenta novos preços-alvo para Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN11)

O Itaú BBA atualizou as teses do setor de papel e celulose, com novos preços-alvo para Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN11) ao fim de 2023.

Suzano ganhou alvo de R$ 63 e é a preferência dos analistas. Para a ação da Klabin, o alvo foi atualizado para R$ 24.

A recomendação de “outperform” foi mantida para ambos os papéis.

Ibovespa sobe quase 1% e encosta nos 107 mil pontos; “Quebrou a resistência”, diz Itaú

Ibovespa tem mais um dia de forte alta, subindo 0,76%, a 106.998,37 pontos por volta das 12h13.

Em Wall Street:

  • Nasdaq caia 0,85%;
  • S&P 500 tinha queda 0,5%;

Os agentes financeiros analisam também dados mais fortes do que o esperado sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos e balanços corporativos no Brasil, entre eles o do Bradesco (BBDC4).

Leia mais

Sanepar (SAPR11): Risco regulatório persiste, avaliam XP e BTG
Ibovespa salta mais de 1% e ultrapassa os 107 mil pontos
Mais empregos nos EUA dão ganhos aos frigoríficos na B3; Marfrig (MRFG3) lidera acima de 4%

As ações das duas empresas brasileiras mais diretamente expostas ao consumo nos Estados Unidos se aproveitam com o maior volume de vagas criadas no país.

Marfrig (MRFG3) e JBS (JBSS3) sobem na B3 (B3SA3). E acompanham o Ibovespa (IBOV), na mão contrária de Wall Street.

Mais impactada pelo andamento da economia americana, por ser dependente apenas da carne bovina, a Marfrig avança 4,28%, a R$ 13,88, às 11h30.

A JBS ganha 0,29%, com a ON caminhando a R$ 31,59.

Leia mais.

Sanepar (SAPR11): Ações caem 3,5% após resultados fracos
NY em queda após payroll reforçar expectativa por aumento de juros

Índices acionários de Nova York abriram o pregão desta sexta-feira (5) em forte queda, repercutindo dado forte do mercado de trabalho dos Estados Unidos.

Leia mais.

Fed pode elevar juros em 0,75 pp se mercado de trabalho continuar aquecido

Nesta sexta-feira (5), foram divulgados relatório de emprego dos Estados Unidos, conhecido como payroll, e os dados foram decepcionantes para o mercado: foram criadas 528 mil vagas em julho, ante uma projeção de 250 mil postos de trabalho.

Isso surpreendeu o mercado, principalmente após dois trimestres consecutivos indicarem produto interno bruto (PIB) negativo e a manutenção de juros seguir em uma curva crescente para combater a inflação.

Leia mais. 

Produção e vendas de veículos no Brasil crescem 7,5% em julho, segundo ANFAVEA

A produção de veículos no Brasil subiu 7,5% em julho, em relação ao período anterior, para 218.950 unidades, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), nesta sexta-feira (5).

Leia mais

Ibovespa opera em queda, seguindo NY

Ibovespa recua 0,03%, aos 105,8 mil pontos, seguindo os índices em NY.

Índices de NY abrem em queda na esteira de payroll mais forte do que o esperado

Aguarde mais informações.

Ibovespa sobe 0,28% na abertura, aos 106,1 mil pontos

Ibovespa (IBOV) operava em alta nesta sexta-feira (5), apesar de os índices futuros nos Estados Unidos operarem majoritariamente no negativo. Por volta das 10h10, o principal índice da Bolsa brasileira avançava 0,16%, aos 106,0 mil pontos.

NY ampliou queda após o relatório de emprego dos EUA informar que em julho foram criadas 528 mil vagas no país, acima da expectativa do mercado de criação de 250 mil postos de trabalho. Leia mais.

Mercado ajuste aposta para o Fed após payroll

Os futuros do Fed funds passaram a mostrar uma maior probabilidade de uma alta de 0,75 ponto porcentual na reunião de setembro do Federal Reserve após o relatório de emprego (payroll), divulgado nesta sexta-feira (8), vir acima das projeções.

Segundo a CME Group, hoje pela manhã, a possibilidade de alta de 0, 75 pp era de 63,5%, ante 36,5% de alta de 0,50 pp.

Leia mais. 

Dividendos: 10 ações para comprar agora e lucrar no mês de agosto, segundo a Elite

Elite Investimentos não realizou nenhuma alteração em sua carteira recomendada de dividendos para o mês de agosto. O portfólio é composto por 10 empresas que possuem pesos iguais entre si, de 10% cada.

No último mês, a seleção teve um desempenho positivo de 1,91%, mas não superou seu índice de referência. O Índice Dividendos (IDIV) avançou 1,94% no mesmo período.

Ao analisar o acumulado de 2022, a carteira da Elite supera o indicador, com avanço de 8,30%, frente desempenho positivo de 6,66% do índice de dividendos.

Confira o portfólio na íntegra.

Locaweb (LWSA3) compra empresa de e-commerce Síntese por R$ 35,2 milhões

Locaweb (LWSA3) fechou acordo de compra da empresa especializada em soluções para varejo Síntese, por meio de sua subsidiária integral Tray Tecnologia em E-commerce.

O valor pago pela aquisição é de cerca de R$ 35,2 milhões, sujeito a ajustes de dívida líquida e capital de giro.

Leia mais.

NY: Futuros dos índices de ações aceleram queda após payroll acima do esperado

Os índices Futuros de NY recuam após dados de emprego mais fortes. Por volta das 9h55, Nasdaq Future caía 1,19%, seguido por S&P Future (0,95%) e Dow Futures (-0,62%).

Leia mais. 

Tesouro Direto hoje: Prefixados aceleram queda e pagam 12,06% na mínima; saiba o que comprar

As taxas dos títulos públicos negociadas no Tesouro Direto operam em forte queda nesta sexta-feira (4), com destaque negativo mais uma vez para o rendimento dos títulos prefixados, pagando juros de 12,06% na banda mais curta dos vencimentos.

A sinalização do Banco Central brasileiro de que o ciclo de alta da taxa Selic chegou ao fim no patamar atual de 13,75% ao ano faz com que a curva futura de juros precifique menor retorno dos títulos prefixados.

Por volta das 9h40, o Tesouro Prefixado 2026 pagava 12,06% ao ano, bem abaixo da taxa de 12,17% no fechamento da véspera.

Aguarde mais informações.

EUA/Payroll: foram criadas 528 mil vagas de emprego em julho; taxa de desemprego cai para 3,5%

Os Estados Unidos criaram 528 mil vagas em julho, de acordo com o relatório de emprego (payroll) divulgado nesta sexta-feira (05) pelo Departamento do Trabalho do país. O resultado ficou acima da expectativa do mercado de criação de 250 mil postos de trabalho.

Leia mais.

Day Trade: Engie (EGIE3), JBS (JBSS3) e outras ações para vender hoje, segundo Ágora, BTG e PagBank

Ágora Investimentos, o BTG Pactual e o PagBank divulgaram suas recomendações de venda para o dia, entre elas estão os ativos do Braskem (BRKM5) e Engie (EGIE3).

As ações sugeridas são de analistas gráficos, que usam uma metodologia que busca antecipar as tendências de curtíssimo prazo.

Leia mais.

Day Trade: Santander (SANB11), Cosan (CSAN3) e mais 7 ações para comprar hoje e buscar até 3,38%

Ágora Investimentos, o BTG Pactual, e o PagBank divulgaram as suas recomendações de investimento para esta sexta-feira (5).

As ações sugeridas são de analistas gráficos, que usam uma metodologia que busca antecipar as tendências de curtíssimo prazo.

Leia mais.

Dólar sobe e Ibovespa futuro cai na abertura desta sexta-feira (5)

dólar operava em alta na abertura do pregão desta sexta-feira (5). Por volta das 9h00, a moeda avançava 0,25%. Já às 9h10, a moeda inverteu e passou a cair 0,11%, a 5,2108.

Ainda nesta manhã, o Ibovespa futuro abria o dia em queda. Às 9h05, o índice desvalorizava 0,28%, cotado a 106,6 mil pontos.

Leia mais.

Bradesco (BBDC4): Após balanço, BB Investimentos coloca preço-alvo a R$ 28 ao final de 2023, potencial alta de 52%

Para o BB Investimentos, a ação do Bradesco pode subir 52,17%, a R$ 28, até o final de 2023.

A operação do Bradesco foi classificada como “solida” pelos analistas da instituição, após o banco apresentar um lucro líquido recorrente de R$ 7,04 bilhões, alta de 11,4% anual de, e um ROAE de 18,6%. Leia mais.

FGV: IGP-DI desacelera em julho e cai 0,38% no mês, primeira queda do ano

inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) caiu 0,38% em julho, indicando uma desaceleração após variação de 0,62% no mês anterior, conforme dados do FGV IBRE divulgados nesta sexta-feira (5).

O resultado indica a primeira queda mensal da medida de inflação desde 2021.

O indicador agora acumula alta de 7,44% em 2022, e de 9,13% nos últimos 12 meses. No mesmo período em julho de 2021, a inflação havia subido 1,45% e acumulava elevação de 33,35% em 12 meses.

Pré-Mercado: Encerrando a semana com chave de ouro: o relatório de emprego americano

Lá fora, os mercados asiáticos encerraram a sexta-feira predominantemente em alta, apesar das movimentações mistas de Wall Street durante o pregão de ontem. Os investidores pareciam cautelosos em fazer movimentos significativos antes da divulgação do relatório mensal de empregos do Departamento do Trabalho dos EUA, o que pode afetar as perspectivas para as taxas de juros.

Leia mais.

Soja e milho se ajustam cautelosamente esperando impacto do Payroll nos ativos de risco

No aguardo da direção que os mercados financeiros deverão seguir, sobretudo após da abertura das bolsas nos Estados Unidos, a soja e o milho estão em realização de lucros em Chicago.

Por ora, os futuros de ações e o dólar index (DXY) estão mistos. O petróleo virou para queda.

Leia mais.

FGV: Inflação do IGP-DI desacelera em julho e cai 0,38% no mês

Mais informações em instantes.

Novo preço do diesel começa a valer a partir de hoje: Veja o que vai movimentar a sua sexta-feira

Ontem, Petrobras (PETR3PETR4) anunciou a redução do preço médio de venda de diesel  nas suas refinarias em R$ 0,20. A partir desta sexta-feira (05), o litro do combustível passa de R$ 5,61 para R$ 5,41.

Esse é o terceiro reajuste que a Petrobras anuncia em menos de um mês.

Leia mais. 

Ibovespa hoje: Mercados tentam ampliar rali pós-Copom em dia de payroll

Hoje é mais uma sexta-feira de payroll. Os dados de emprego nos Estados Unidos testam o fôlego de alta do Ibovespa, um dia após surfar na onda de que o Copom encerrou o ciclo de alta da Selic, com o juro básico a 13,75%.

O forte ajuste em baixa na curva DI e a valorização do real em relação ao dólar permitiram uma recuperação das ações, que estavam muito castigadas. 

Leia mais.

Ibovespa aguarda payroll nos EUA e pode seguir recuperação da Ásia

Ibovespa (IBOV) fechou em forte valorização de 2,04% aos 105,8 mil pontos ontem, com sinais de que o ciclo de alta da taxa Selic chegou ao fim.

Nesta sexta-feira (5), o índice brasileiro deve acompanhar a cautela global até a divulgação do payroll nos Estados Unidos.

Os mercados acionários na Europa e os índices futuros em Nova York operam de lado nesta manhã, com investidores aguardando os números da criação de vagas dos EUA em julho.

O maior apetite por ativos de risco ficou restrito às bolsas de valores na Ásia. Ações de tecnologia em Taiwan sacudiram a tensão entre EUA e China na região.

Os papéis da TSMC (TSMC34), maior produtora de semicondutores do mundo, saltaram 3,2%.

Leia mais.

Bradesco: ADRs recuam 0,3% em NY após alta de 11% nos lucros no 2T22

Os recibos de depósitos de ações (ADRs) do Bradesco (BBD) fecharam em queda no after-hours em Nova York na última quinta-feira (4). Por volta das 21h00, no horário de Brasília, os ADRs do banco recuaram 0,29%, a US$ 3,41.

Saiba mais.

Confira as principais notícias dos jornais nesta sexta-feira

Leia as principais notícias dos jornais e já comece o dia bem informado.

Veja as principais manchetes dos jornais nesta sexta-feira (5):

Leia mais.

Mercados abrem de lado nesta sexta-feira (5), com apetite a risco restrito à Ásia

Os mercados globais operam de lado nesta sexta-feira (5), com o maior apetite a risco restrito às bolsas de valores da Ásia.

Ações de tecnologia em Taiwan sacodem tensão entre EUA e China na região. Os papéis da TSMC (TSMC34), maior produtora de semicondutores do mundo, saltaram 3,2%.

O petróleo negocia estável alta nesta manhã. O tipo Brent subia 0,03% a US$ 94,15. A preocupação com a demanda futura segue limitando a performance da commodity.

Os mercados globais aguardam nesta sexta-feira os dados de criação de emprego (payroll) dos EUA em julho.

Com isso, as bolsas de valores na Europa e os índices futuros em Nova York operam em leve baixa nesta manhã.

Aguarde mais informações.

Última atualização por Leonardo Rubinstein Cavalcanti - 05/08/2022 - 19:31

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto