Hashdex lança ETHE11, ETF com 100% de exposição ao ether, a 2ª maior cripto do mundo

18/08/2021 - 14:32
a foto da b3 foi com deus
Agora, investidores brasileiros têm cinco opções de investimento em renda variável com criptomoedas: HASH11, QBTC11, QETH11, BITH11 e ETHE11 (Imagem: B3/Cauê Diniz)

Nesta quarta-feira (18), a gestora brasileira de criptomoedas Hashdex lançou seu terceiro fundo de índice (ou ETF, na sigla em inglês) de criptomoedas na B3: o Hashdex Nasdaq Ethereum Reference Price Fundo de Índice (ETHE11).

O mais novo fundo da gestora possui 100% de exposição ao ether (ETH), a segunda maior criptomoeda do mercado de ativos digitais, cuja capitalização de mercado — o número de ativos em circulação — está na casa dos US$ 350 bilhões.

Ether, o ativo nativo da rede Ethereum, criada para ser uma espécie de supercomputador da internet, é muito importante no crescente ecossistema de finanças descentralizadas (DeFi).

O setor DeFi se beneficia da grande inovação do blockchain Ethereum, pois a rede serve de alicerce para a criação de milhares de produtos, plataformas e protocolos que querem fornecer autonomia financeira a usuários em todo o mundo, como negociaçãoempréstimo de ativos digitais.

Na cerimônia de lançamento do ETHE11, Samir Kerbage, diretor de tecnologia (CTO) da Hashdex, explicou o propósito do novo ETF:

O ether, o ativo em que esse ETF investe, é o combustível que move essa plataforma, funcionando como uma commodity digital — sendo, de um lado, a remuneração paga pela rede aos que contribuem para a sua existência e, do outro, o ingresso para aqueles que querem acessá-la.

Seu preço é simplesmente função da oferta e da demanda da sociedade por poder computacional nessa plataforma.

De maneira completamente descentralizada, essa demanda tem crescido de forma exponencial enquanto a oferta cresce de forma limitada e, por isso, o seu preço subiu mais de 600% nos últimos doze meses.

Se esta tendência continuar, talvez essa tecnologia seja a maior oportunidade de investimento da nossa geração.

O fundo ETHE11 (cotado a R$ 50) é administrado pelo Banco Genial e, na primeira emissão das 2.262.154 cotas, já garantiu um patrimônio líquido de R$ 113 milhões.

Neste momento, o ether está sendo negociado a US$ 3 mil (ou R$ 16,3 mil), mas é importante relembrar que o mercado cripto é bem mais acessível que o mercado tradicional, pois é possível comprar frações de uma criptomoeda em vez do valor cheio (R$ 100 = 0,0062 ETH).

Já que o ETF possui 100% de exposição ao ether, torna-se uma via de acesso a possíveis novos investidores do mercado cripto que podem não ter o conhecimento técnico para abrir conta em uma corretora, criar uma carteira digital e negociar criptomoedas com segurança.

Com a adição do fundo de ether da Hashdex à B3, agora o Brasil conta com cinco ETFs de criptomoedas: HASH11QBTC11QETH11BITH11 e ETHE11.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 19/08/2021 - 10:23

Cotações Crypto
Pela Web