QR Capital recebe aprovação da CVM para listar o primeiro ETF de ether do Brasil

14/07/2021 - 11:06
Agora, a QR Capital possui dois fundos cripto: um com 100% de exposição ao bitcoin (QBTC11) e outro ao ether (QETH11) (Imagem: Unsplash/executium)

Na tarde dessa terça-feira (13), a QR Capital, holding que utiliza a tecnologia blockchain para impulsionar iniciativas financeiras, anunciou seu segundo fundo negociado em bolsa (ETF, na sigla em inglês) de cripto, o QETH11, aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários do brasil (CVM).

Em seu perfil no Twitter, a QR Capital deu mais detalhes:

O QETH11 segue o mesmo índice de ethereum utilizado pelo CME Group, o CME CF Ether Reference Rate. Para isso, o ETF compra ethereum físico e realiza a custódia com transparência e segurança para você.

Ampliando o horizonte de diversificação, o QETH11 se torna uma opção simples, segura e regulada para qualquer investidor ganhar exposição direta ao ethereum através de sua corretora de preferência, sem se preocupar com cadastros em exchanges, wallets ou chaves privadas.

ETFs de criptomoedas são justamente uma alternativa para quem não sabe por onde começar no mercado cripto ou tem receio de cuidar de seus próprios ativos.

O fundo é administrado por uma gestora, que faz a negociação em seu nome e cobra uma taxa de administração pelo serviço prestado, dando tranquilidade e segurança para investidores que podem não estar tão envolvidos no dia a dia do setor de criptoativos.

Em 23 de junho, a QR Capital havia realizado o feito de listar QBTC11, o primeiro ETF com 100% de exposição ao bitcoin, na Bolsa brasileira (B3).

Assim como a onda de aprovações de ETFs cripto no Canadáe nenhum nos EUA —, o Brasil contará com cinco* ETFs cripto:

HASH11 – ETF que replica um índice composto pelas maiores criptomoedas do mercado, gerenciado pela Hashdex e lançado em abril;

QBTC11 – ETF que possui 100% de exposição ao bitcoin (BTC), gerenciado pela QR Capital e lançado em junho;

BITH11 – ETF que replica um fundo que busca neutralizar as emissões de carbono geradas pela mineração do bitcoin, gerenciado pela Hashdex e com previsão de lançamento na B3 em 5 de agosto;

QETH11 – ETF com 100% de exposição ao ether (ETH), gerenciado pela QR Capital, recém-aprovado pela CVM, mas ainda sem previsão de lançamento;

ETHE11* – ETF com 100% de exposição ao ether, gerenciado pela Hashdex, com previsão de lançamento também para agosto.

* Atualização (14/07/2021 às 15h39): em um comunicado de imprensa compartilhado via e-mail com o Crypto Times, a Hashdex anunciou ter recebido, em 8 de julho, a aprovação da CVM para listar o ETF ETHE11.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/07/2021 - 15:39

Cotações Crypto
Pela Web