Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Análise de preço do token BAT mostram métricas positivas

03/09/2020 - 11:18
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Com o preço do BAT acima da MME de 200 dias e da Nuvem diária, confirma-se uma tendência de alta (Imagem: Twitter/BAT Community)

Parte 1

Em relação à rede, o número de transações diárias em BAT (linha vermelha do gráfico abaixo) aumentaram um pouco para abaixo de 10 mil no fim de junho, uma nova alta recorde.

Transações na rede disparam uma vez no mês quando recompensas em BAT são distribuídas para criadores. Ao todo, essa métrica aumentou consideravelmente desde setembro de 2019.

Valores médios de transação (preenchimento verde do gráfico abaixo) permaneceram abaixo de US$ 4 mil desde janeiro de 2019.

Valores médios de transação tendem a aumentar com qualquer aumento de preço do token e podem ser inversamente relacionados às transações diárias, conforme a utilidade de micropagamentos com o token aumenta.

O aumento recente nos valores médios de transação provavelmente está relacionado à distribuição de recompensas em BAT.

(Imagem: CoinMetrics)

O valor da rede Kalichkin nos últimos 30 dias para estimar a proporção de transações diárias no blockchain (NVT) (linha vermelha do gráfico abaixo) diminui para 15 nas últimas semanas.

Essa métrica geralmente se manteve abaixo dos níveis históricos, sugerindo crescente utilidade do token desde 2018.

Uma clara tendência de baixa na NVT sugere que a moeda está subvalorizada com base em sua utilidade e atividade econômica, enquanto uma tendência de alta que deve ser considerada como um indicador negativo. Pontos de inflexão na NVT podem ser indicadores fundamentais para a reversão de preço.

Endereços ativos mensais aumentaram recentemente para 4,5 mil, ultrapassando uma alta em maio de 2019 (preenchimento no gráfico abaixo).

Um aumento estável nos endereços ativos mensais, parecido com as métricas de aumento de transações diárias, mostram cada vez mais utilidade para o blockchain, enquanto um aumento nos endereços ativos mensais indicam demanda especulativa a curto prazo.

Endereços ativos e únicos são importantes de se considerar ao determinar o valor fundamental da rede usando a lei de Metcalfe.

(Imagem: CoinMetrics)

Em relação à atividade de desenvolvimento, o projeto BAT possui 165 repositórios (ou “repos”) no GitHub. 

(Imagem: GitHub – brave-core)

O repositório principal do Brave teve mais de 3,5 contribuições (ou “commits”) no último ano de 58 desenvolvedores (gráfico acima).

O repositório Brave Browser também teve 381 contribuições no último ano de 52 desenvolvedores (gráfico abaixo). Atualizações recentes incluem a integração melhorada de privacidade, acesso à Wayback Machine e anúncios de adesão ao Brave.

(Imagem: GitHub – brave-browser)

Grande parte das moedas usam a comunidade de desenvolvedores do GitHub. Arquivos são salvos em pastas chamadas de “repositórios” ou “repos”.

Alterações a esses arquivos são registradas com “contribuições”, que salvam um registro das alterações realizadas, além de quando e por quem.

Apesar de contribuições representarem quantidade e não necessariamente qualidade, um grande número de contribuições pode significar maior interesse e atividade por desenvolvedores.

Dados do Google Trends sobre pesquisas pelo termo “Basic Attention Token” aumentaram um pouco desde janeiro, sugerindo interesse popular no token. Um aumento no início de novembro de 2018 correspondeu à listagem na Coinbase.

Pesquisas também aumentaram próximas à data da oferta inicial de moeda (ICO) em maio e junho de 2017, bem como no fim de 2017 quando todas as pesquisas relacionadas a cripto aumentaram como um todo.

Aumentos nas pesquisas no Google geralmente se correlacionam a aumento nos preços de mercado.

Um estudo realizado em 2015 descobriu uma forte correlação entre dados do Google Trends e o preço do bitcoin enquanto um estudo realizado em 2017 concluiu que, quando as pesquisas no Google “bitcoin” aumentaram drasticamente nos EUA, o preço do bitcoin caiu.

(Imagem: Google Trends)

Análise técnica

BAT se manteve no mesmo nível desde que sua negociação começou em junho de 2017.

Para determinar a existência ou força de qualquer tendência, Médias Móveis Exponenciais (MMEs), perfis de volume do intervalo visível (VPVR), pivôs anuais, o Índice de Força Relativa (RSI) e a Nuvem de Ichimoku podem ajudar a determinar os melhores pontos de entrada.

Clique aqui para mais informações sobre as análises técnicas descritas abaixo.

Médias Móveis Exponenciais (MMEs) são um indicador técnico de gráfico que rastreia o preço de um investimento ao longo do tempo.

Para o gráfico diário, as MMEs de 50 e 200 dias se cruzaram positivamente no dia 4 de junho, a primeira desde março de 2019. A MME de 200 dias em US$ 0,25 pode atuar como suporte.

O perfil de volume do intervalo visível (VPVR) é um indicador que mostra a atividade de negociação ao longo de um período específico de tempo a certos níveis de preço. Assim, mostra o que foi comprado e vendido a esses níveis atuais.

O VPVR (barras horizontais do gráfico abaixo) mostra forte suporte na zona de US$ 0,26 e leve resistência em US$ 0,35.

O suporte de pivôs anuais está em US$ 0,26 com a resistência de pivôs anuais entre US$ 0,42 e US$ 0,66. Além disso, não existem divergências de alta ou baixa no volume e no RSI neste momento.

A Nuvem de Ichimoku é uma coleção de indicadores técnicos que mostram os níveis de apoio e resistência, bem como o ímpeto e a direção da tendência.

Considerando a Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”).

A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

O status das métricas diárias da Nuvem com configurações duplicadas (20/60/120/30) indicam uma alta. O preço à vista está acima da Nuvem, então a Nuvem indica uma alta, assim como as cruzes T/K. O período de atraso está acima da Nuvem e do preço à vista.

A tendência continuará em alta contanto que o preço à vista se mantiver acima da Nuvem, atualmente em US$ 0,25.

Para o par BAT/BTC, métricas de tendência estão positivas conforme o preço à vista acima de MME de 200 dias e da Nuvem diária. O preço também tentou irromper acima da zona de consolidação de 400 dias sem sucesso.

Forte suporte do VPVR está na zona de 2 mil sats, com resistência superior do VPVR na zona de 5 mil sats. Preços-alvo superiores incluem a zona de 4,5 mil sats próximos ao pivô anual. Caso a zona de suporte em 2 mil sats falhar, é provável que haja uma retomada à baixa recorde de mil sats.

Nos últimos dois anos, o navegador Brave continuou a garantir números fortes de usuários ativos e um aumento em publicadores em todas as novas plataformas multimídia.

Dados no blockchain, incluindo transações diárias e endereços ativos, aumentaram significativamente nos últimos meses, atingindo novas altas recordes.

Porém, um aumento nos endereços ativos pode não ser um resultado direto de um aumento nos publicadores bonificados e não necessariamente um aumento nos detentores de BAT e usuários.

Além disso, o fornecimento em circulação de mais de um bilhão de tokens BAT provavelmente influenciarão uma pressão negativa contínua até os usuários ativos do Brave, endereços ativos e quantias diárias de transações aumentam drasticamente.

Aspectos técnicos para os pares BAT/USD e BAT/BTC estão levemente positivos. O teste decisivo de tendência para ambos os pares, um preço à vista acima da MME de 200 dias e da Nuvem diária, confirmam uma tendência de alta.

Porém, após um aumento de 265% desde março, o par BAT/USD provavelmente precisará se consolidar próximo ao forte suporte de US$ 0,25 antes de outro ímpeto de alta.

BAT/BTC entrou novamente à zona de consolidação multimensal, com forte suporte de VPVR entre 2 mil e 3 mil sats. Se o par conseguir irromper acima dessa zona de consolidação, é provável que aconteça o alvo de 5 mil sats no pivô anual.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/09/2020 - 9:04